As mentirinhas que os vendedores contam

tirinha-vendedora

A história da tirinha acima é verídica, e aconteceu comigo recentemente. Sabe o mais engraçado? Foi numa loja que frequento, que as vendedoras me conhecem (ou pelo menos eu achava que conheciam). Comecei a me questionar sobre essa tal "lábia de vendedor", e até quanto ela funciona e deve ser utilizada. Será que vale a pena perder a confiança do cliente com uma "mentirinha"?

 

Não sou contra técnicas de vendas para convencer os consumidores. Mas sou mais da verdade "com glitter": expor a situação real de forma que ela não pareça tão ruim. E principalmente, ser cauteloso em relação ao seu cliente. 

 

Na real, acho que quando um funcionário precisa mentir para convencer seu cliente, algo está errado. E isso mais diz sobre o dono das empresas que sobre os funcionários. Tá faltando treinamento adequado e atualização para resultar em experiências boas tanto para quem consome, quanto para quem vende. "Vender a qualquer custo" virou uma regra, porém acredito que tem sido explorada das maneiras incorretas. 

 

Lembro de uma vez, que liguei para um novo delivery de esfihas que havia aberto aqui na cidade. Eu já gostava do que eu pedia antes, mas esse me chamou atenção pelo preço e pela divulgação: "esfihas quentinhas". Infelizmente, as esfihas chegaram e… frias. Liguei para comunicar o estado que haviam chegado as esfihas, e sabe o que me responderam? "Ninguém nunca reclamou antes!". Não quis discutir, continuei comprando no concorrente, mesmo sendo mais caro e fazendo questão de NÃO indicar esse toda vez que alguém mencionava. Mas minha reação do outro lado da linha foi tipo isso:

 

really

 

Não era mais fácil ter dito que as entregas estavam passando por algum processo de adaptação inicial, e que falhas como essa poderiam acontecer? Eu teria sido compreensiva (e aguardaria novas esfihas quentes, claro). O "todos esses anos nessa indústria vital e é a primeira vez que isso em acontece" não pareceu verídico, muito menos o interesse da empresa com o consumidor. A regra é clara: Se eles não tem interesse em mim, eu também perco o interesse por eles.

 

E aí, quantas histórias assim você já presenciou? 

 

ps: segunda tirinha que faço pro blog, acho que tô gostando disso, haha!

  • Marina Menezes

    Nossa, isso me lembra muito uma mulher que vendia chup-chup aqui no meu bairro, costumava comprar muito quando era criança. Ela usava muito esse do "é o último" ou "já acabou" com os chup-chups que eram feitos de leite, aí se você falasse que não queria, em vez de comprar os que são feitos de água, ela falava que ia dar uma olhada pra ver se tinha sobrado algum, e aparecia com a quantidade exata que você queria haahhaha'

  • Camila Peixoto

    Eu já tive vários problemas com essas coisas de vendedores, uma das piores foi uma compra recente. Comprei um tablet muito bacana e tal, o vendedor disse que ia instalar uns programas, deixar como um computador de mão. O grande problema é que eu curto demais tecnologia, mas nas pressas para chegar em casa e sair logo da loja, não me toquei que os programas maravilhosos que ele disse que ia instalar estavam todos na Play Store e que eu fui "boba" pagando 150 reais numa coisa que eu poderia fazer. É o tipo de coisa que acontece e eu não volto nunca mais na loja.

  • Lúcia

    Já aconteceu comigo de receber propaganda de um evento que os ingressos estavam quase esgotados, mas chegando lá, estava quase vazio. Outra mentirinha que também já aconteceu, foi de "errarem" o preço na vitrine. Na hora de pagar, a vendedora fala que o preço é outro. Não comprei é claro, mas para minha surpresa, não é que a roupa voltou para o mesmo lugar com o preço errado?

    • Marina Menezes

      Lúcia, você sabe que nesse caso, eles são obrigados a te vender pelo preço mais baixo? Independente de qual é o "certo"? Isso acontece direito com meu pai em supermercados. A gente procurou saber e descobriu que o consumidor tem o direito de pagar pelo preço mais baixo. Obvio que eles não falam isso, e se a pessoa não tiver conhecimento, tentam vender pelo mais alto mesmo. http://www.idec.org.br/em-acao/revista/livros-inacessiveis/materia/o-mesmo-produto-precos-diferentes

  • Bia

    classico!!! Hahahahaha aqui na minha cidade eu sempre pedia numa franquia de massas, só que o povo começou a ficar acomodado com os novos clientes fiéis (a trouxa aqui) e começaram a demorar 2 horas pra entregar, fazer pedido errado, etc. Moral da história: se ferraram, nunca mais pedi! Minha fome não espera! Bjus

  • Daniele

    Ah, bem comuns ouvir essas mentirinhas dos vendedores né .. mas, quando é uma mentirinha básica do tipo .. só temos essa, é melhor levar logo para não acabar, ou até mesmo .. Faço por tanto, sendo que era mesmo o valor do produto.. até vai .. mas, quando a roupa ou um sapado por exemplo ficou horrível, e o vendedor olha para sua cara e diz, ficou lindo em você.. kkkkk .. Ai é de matar ne!

  • Si

    Eu estou amando essas tirinhas da Vitrola! =D Humor com o cotidiano. Quem nunca passou por isso com uma vendedora? Bjus e carinhos, fica com Deus!

  • Marina

    É inacreditável algumas coisas né? Essa sua tirinha ficou muito boa hahahahahaha Primeira vez que entro no blog e amei, parabéns! :D

  • BA MORETTI

    trabalhei tempo suficiente em shopping pra ver como o treinamento é cagada e superficial. e quando tem um treinamento bom os donos simplesmente não se importam porque né, vende logo que tá ótimo. fidelização de cliente é só um nome bonito pra ser lembrando em dias de coquetel e afins. acho uma piada. mas no fim nem julgo os funcionários. já vi muito funcionário interessado acabar perdendo o interesse porque os donos só queriam atendentes. sad but true. é meio que ~vende logo~ e depois ~ai mais ai a troca é assim e assado. ai mas isso nunca aconteceu com a gente. ai mas~ e dale procon :(

  • Cíntia de Melo

    Olha, eu tenho uma agência de intercâmbio e turismo, logo sou uma vendedora. E eu sou campeã de falar verdades com glitter, mas nunca mentir. Não tem como mentir no nosso caso, não são produtinhos baratinhos e na verdade a gente trabalha com sonhos de pessoas. Mas esses vendedores cheios de "contar historias" me cansam bastante beijos Re

  • AMANDA ALMEIDA

    Oi Re,tudo bem? Eu também prefiro que sejam sinceros comigo, mas no geral esse tipo de situação nunca me ocorreu, pois tenho uma frase de praxe quando entro em qualquer loja: "estou apenas olhando, se precisar te chamo ok?" Algumas vendedoras acabam me esquecendo, outras são tão simpáticas e educadas que acabo comprado algo com elas. Fora essas, sempre tem as insistentes, mas quando acontece algo parecido, eu corro da loja. Então acho que é por isso que situações como essa nunca me ocorreram. Mas opinando mesmo sobre o fato, acho que as empresas precisam mudar um pouco de postura. Sinceridade é sempre bom, até mesmo quando o cliente está reclamando de algo. Isso é o que diferencia uma boa empresa que se preocupa com a opinião do cliente, de outra que trata o cliente como um implicante. Gostei do texto. Abraços, Amanda Almeida

  • Carla

    Eu estou amando as tirinhas! <3 Você devia pensar em investir nelas, porque o dom está aí, se esbanjando. E sobre vendedores... É um problema. Já convivi com os dois lados da moeda, e sei que, muitas vezes, eles fazem isso de forma automática já. Mas desrespeito ao cliente é demais pra mim. =/ Uma coisa que me deixa fula da vida: Eu entro numa loja de informática e peço um equipamento específico, eles tentam me empurrar outro, quando digo que entendo do assunto e sei exatamente do que preciso, me olham com cara de deboche. Já deixei de comprar em muita loja por causa disso. =P

  • Kah Souza

    Hahahha, ai gente! Amei a tirinha. Odeio entrar em uma loja e me sentir pressionada a comprar algo e infelizmente isso acontece MUITO. Já ouvi essa história de só tem uma, mas nunca tive a sagacidade de falar um "que pena, queria duas" hahaha mas vou usar a partir de agora só pra observar as respostas, hahaha.

  • Deise Lima

    Adorei a tirinha!! srrsr Eu compro muito pelo vendedor, sério. Se o vendedor for agradável, educado, prestativo, e na loja tem o q eu realmente preciso farei questão de comprar e voltar sempre. Porém quando o vendedor me trata mal não dá a mínima ou vem com conversinhas estranhas pode até ter algo na loja que me agrade, mas faço questão de procurar em outro lugar!

  • Jacqueline Sohari

    KKKKK Tem vendedor que parece treinado em campo de guerra XD Se tem algo que detesto é uma pessoa que está vendento tentar te empurrar algo "melhor" só por ser mais caro do que o que você está levando sabe? =/ Cai uma vez nisso e a calça num durou 3 meses ¬¬

  • Grazy

    Amaaando essas tirinhas... Rê, o que mais odeio em vendedores é quando o produto não tá legal e eles falam que tá bem... Um dia eu entrei numa loja, pedi um produto X e fui provar. A vendedora ficou do lado de fora fazendo perguntas, ai soltei "não ficou bom"... Ai ela falou "Sai, deixa eu ver". Como a minha mãe me ensinou a ser educada saí com a roupa e ela soltou "tá liiiiiinda, eu levaria uma de cada cor!". Caraca, como eu odeio isso! Já fui na lábia de vendedor, cheguei em casa, coloquei a roupa e me senti um lixo. Por isso prefiro comprar em lojas de departamento ou não dar ouvidos à quem quer atingir meta... Beijocas!

  • Rani

    Rê, ótimo! hahahaha Isso já aconteceu comigo, e daí eu ganhei um "super desconto" por ter levado as duas "últimas". Daí quem sai na rua e encontra meio mundo com a roupa igualzinha? EUZINHO.

  • Danny Caires

    nossa é vdd... essa lábia de vendedor tem em todo lugar, é o mesmo papo furado do vendedor, do supervisor e do gerente. Tudo programado já pra nos enganar. Pensa que somos idiotas né?! e esse papo também que só contratam com experiência? então se já tiver trabalhado em loja ja é o suficiente, treinamento nada?! #prapensar bjs ps: segunda vez que visito aqui, gosto do jeito como vc escreve.

  • Alessandra Rocha

    Nossa que ridículo Rê! Sério que tem vendedor que ainsa faz isso? Eca.. eu já trabalhei no comércio, mas como em livrarias os produtos se vendem sozinhos o vendedor era mais uma pessoa que dava indicações ou falava mais sobre o livro/produto do que vendedor mesmo que tem que te convencer a levar... Acho isso extremamente desnecessário e desrespeitoso com a gente, é chamar a gente de burro na cara né? Sou super a favor da sinceridade e da transparência, mas eu hein! Fosse comigo não comprava mais lá #chata haha beijo!

  • Cecilia

    Adorei o post, principalmente porque essas situações são super comuns. Acho nosso atendimento no Rj uma droga, somo muito mal tratados e quando reclamamos quase sempre tomamos um fora. Quando somos bem tratados até estranhamos. Esse é um dos motivos que venho optando por comprar de artesãos e pequenos produtores. Geralmente trato direto com os donos, que são os maiores interessados e até agora ainda não me aborreci com ninguém. Comida e serviços fica mais difícil mas quando posso eles são opção.

  • Wanila Goularte

    Adorei o post porque é exatamente isso que estou estudando em "análise do comportamento do consumidor". Muitas empresas não se atentam ao fato de que quando o cliente reclama, é porque ele tem uma consideração com o seu produto/serviço e quer que você corrija o problema. Quando a empresa não lida com o problema é exatamente isso que acontece: o cliente parte pra outra. Marketing é tudo nessa vida! haha

  • Carla Nascimento

    Pra começar eu adoro esse tipo de postagem, morro de vontade de fazer, só nunca souber por onde começar, tu tá ótima, continue. Mew, esse é o exato motivo pelo qual odeio as aulas de marketing e coisas relacionadas na faculdade, essa persuasão excessiva, a manipulação do público e do consumidor a qualquer custo me fazer sentir MUITO mal. Foi um dos motivos pra eu odiar meu próprio curso (Publicidade e propaganda). Será que precisa mesmo mentir tanto e socar mercadoria, produtos e serviços a qualquer custo nos outros? Forçar as pessoas a comprar e continuar dando crédito pro povo se afundar mais e mais? Acho super desnecessário. Porque não ser todo mundo honesto e livre para tomar as próprias decisões? É tão mais bonito. No caso das esfihas ai, super propaganda enganosa, dá até processo.

  • Gabriela

    Pior que eu sempre acabo passando pela chata. Se está ruim, eu reclamo. Eu estou pagando por aquilo, o mínimo era que eu recebesse o produto como anunciam.

  • Ana Cláudia

    Profissionalismo pra quê, né? Mas infelizmente histórias assim são comuns. Uma vez eu fui comprar uma calça jeans e provei um modelo que estava com uma sujeirinha. Saí do provador e falei pra vendedora "Essa serviu, mas como tá com uma sujeirinha você pode pegar outra do mesmo modelo pra mim?". Ela foi toda simpática no estoque, me trouxe a calça, abriu na minha frente e falou "confere comigo, é essa mesma, né?". Ok! Quando resolvi usar a dita cuja pela primeira vez vi que a calça estava apertadíssima. Fui olhar a etiqueta do tamanho pra ver se era o número que eu tinha comprado e... cadê a etiqueta?? Voltei na loja pra trocar e não achei a mesma vendedora. Aí o rapaz que me atendeu que explicou que aquele era um tamanho menor do que tinha comprado. A vendedora provavelmente não queria perder a venda, foi no estoque, pegou uma menor e CORTOU A ETIQUETA! A fofa me enganou uma vez, mas a loja perdeu uma cliente pra vida toda! (E ganhou uma propaganda negativa eterna, porque eu conto essa história pra todo mundo rs)

    • mulhervitrola

      Gente, como assim? Chocada com essa história :O

  • joicy recco

    Nunca aconteceu algo parecido comigo, mas sei bem como é esse ''papo'' de vendedor. Acho que as empresas precisam (obrigatoriamente) ser transparente com seus consumidores, se não, não existiria Procon para reclamarmos da falsa propaganda que eles fazem. É igual plano de saúde, eles te atendem super bem , dão cafezinho, faz você deitar numa cama de ceda pura italiana mas na hora que você realmente precisa do serviço eles te tratam igual bixo, como se eles não precisa-se do seu dinheiro para patrocinar times (fudidos) de futebol brasileiro. No comercio (roupa, comida, eletrônicos etc...) não é diferente. Se você chega de havaianas com uma roupa simples eles te olham ( principalmente elas) de cima em baixo é se você pergunta se tem aquela bolsa da propaganda eles falam que ''acabou de acabar'', ai se você mostra seu cartão sem limites, internacional da american express eles te mostram todas as bolsas lindas do mundo é ainda dizem que é exclusividade somente da loja deles. Também acho que a forma de fazer propaganda é atendimento precisa mudar rápido, pra ontem. Porque se não é melhor fazer uma propaganda assim: Venha comer com a gente, lanche frio, cheio de barata é custa os dois olhos da sua cara. Adorei mais uma vez seu texto Re. http://joicyrecco.blogspot.com.br/ http://joicyrecco.blogspot.com.br/

  • Rohh

    Essa história do "nunca ninguém reclamou antes" me emite uma vibe de ~ você que é louca querida e está querendo comida/produto de graça ~ que na hora eu pego birra do lugar. Normalmente quem vem de fora para passar férias no Brasil comenta que as pessoas são sempre simpáticas, mas o atendimento ao cliente é péssimo, como se você estivesse pedindo um enorme favor ao pedir pelos seus direitos. Daí quando eu paro para pensar nesses detalhes do dia-a-dia que eu vejo como eles estão certos :/

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *