Papo de Vitrola

Blogagem Coletiva: Esmaltes e Histórias em Quadrinhos

Minha história com quadrinhos começou exatamente em 1990: quando ganhei um gibi da Turma da Mônica e não sabia ler ainda. Me encantei tanto pelos personagens que virei para minha mãe e disse “eu quero ler sozinha essa histórinha!“. Dali para frente não parei mais e aos 10 anos eu tinha uma coleção que contava com mais de 300 gibis, entre Turma da Mônica, Luluzinha, Urtigão, Pimentinha, Sobrinhos do Capitão e o que mais eu visse na banca…
 

Eram tantos que inevitavelmente, ganhava de parentes e muitas vezes era alguma edição que eu já tinha. A alternativa era trocar com um vizinho que eu tinha, também fanático por gibis (e, consequentemente, umas das minhas primeiras paixõezinhas infantis). O tempo passou, e ainda gosto de gibis, mas tomei gosto pela leitura de mangás. Meus favoritos são Death Note, Delivery Service, Uzumaki, Gyo entre outros.
 

Gostei muito do tema desta blogagem coletiva da Fernanda (que foi sugerida por mim êêêê!), e não poderia deixar de fazer já que os quadrinhos me acompanharam em tantas fases da minha vida, e devo meu interesse inicial à leitura e escrita à eles.
 

Uma dica para as mamães: se seu filhote não gosta de ler, já experimentou comprar gibis para ele? Fica a dica!
 

Eu escolhi o Azul Aviador da Impala. Na fotos, não saiu exatamente a cor que ele é (acho que nunca sai, né? hehe), mas ele é um azul puxando pro violeta que eu gosto muito.

 

 

 

 

 

 

13 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *