Categoria: Ilustracões

Sobre o Papelãozinho do Dia

Faz um tempo que tenho mentalizado que não importa como você vai fazer: apenas faça! Isso de ficar esperando que tudo só saia quando está perfeito nos leva a algo que todo mundo já sabe, né? E esse lugar se chama lugar nenhum.

 

XO1adfo

(desculpa, não resisti ahah)

 

Então lancei um projeto, meu. Algo que eu me dedicasse ao meu ritmo, que fosse gostoso, divertido. E assim nasceu o Papelãozinho do Dia.

 

Primeiro de tudo é que eu não faço todos os dias, apesar de se chamar Papelãozinho do Dia. Eu não sou boa com isso de postar coisas todos os dias, então pra quê me responsabilizar com algo que sei que não vou conseguir e me sentir mal com isso? Não, né? Então é isso: papelãozinho do dia que eu tô a fim. Simples.

 

Outra coisa legal é que eu estava fazendo muito desenho digital, e sentia falta de desenhar no papel. Desenhar no papel é outra vibe. É um misto de insegurança e imperfeição, mas de uma maneira positiva e gostosa, sabe? 

 

A ideia surgiu por eu adorar desenhar em lugares aleatórios: paredes, móveis, livros, contra capas. Um dia apareceu um papelão tão bonitinho aqui de um conjunto de formas que compramos (as formas são ótimas, aliás), que acabei não resistindo e desenhei nele.

 

O outro motivo é que pasmem: eu nunca tenho folhas de desenho em casa, haha! É, eu sei… como sempre diz minha mãe: em casa de ferreiro, o espeto é de pau. Então meus desenhos ou são feitos nos cadernos que ganhei da Sayuri e da Evinha (que são ótimos para desenho, aliás) ou nesses lugares aleatórios xD

 

Para quem quiser acompanhar, sempre postarei o Papelãozinho do Dia no meu Instagram, segue lá!. E claro, aceito sugestões para próximos papelõezinhos ♥ Tô muito feliz com as reações positivas do papelãozinho o/ Agora quando alguém me disser que eu fiz um papelão… eu não fiz, mas desenhei nele! hehe

 

papelaozinho-do-dia (1)

papelaozinho-do-dia-2 (1)

papelaozinho-do-dia-3 (1)

Sonho Ilustrado #2: Dama Brilhante

Eu não sei se cheguei a mencionar no post de 50 fatos sobre mim que eu costumo sonhar bastante, e na maioria das vezes, esses sonhos são bem loucos.

 

Já até pensei em fazer um "caderno de sonhos", pois alguns sonhos até dariam um bom roteiro (de filmes de terror, na maior parte… mas dariam! hehe)

 

Esses dias sonhei que estava em um casamento bem, digamos… interessante. E neste casamento, todos estavam nus, inclusive (pelados, pelados… nu com a mão no bolso!).

 

E aí todo se abaixaram em posição de "reverência", e um luz muito linda aparecia… uma luz que mais tomava conta dos sentidos que dos olhos, sabe? Entre essas pessoas, caminhava uma mulher muito linda e radiante. Ela brilhava, literalmente: até metade de sua cabeça, era uma mulher negra, e todo o restante, até a ponta dos pés, era um vermelho muito lindo e brilhante, parecia que estava coberta de tinta e glitter!

 

No peito ela carregava um pedra que chamava muita atenção também, tipo um rubi, e um manto que "dançava" conforme ela caminhava.

 

Bem, esse sonho não podia ficar de fora da categoria "Sonho Ilustrado" aqui do blog, né? Eu tive que ilustrar! Espero que gostem (e não achem que sou muito doida… haha!)

 

dama-vermelha-3-SONHO-ILUSTRADO

Sobre amor e pôster Dia dos Namorados

É engraçado observar que às vezes você faz coisas na vida com grandes propósitos e sei lá, não dão em nada. Ou não quanto você gostaria. E tem coisa que você faz ali, de um jeitinho meio folgado da vida e acaba ganhando um significado especial.

 

Amor é tipo isso, né? Sem coerência nenhuma, embora arrebatador, chega às vezes de mansinho. Envolve seus pequenos braços em volta de você e se aconchega com jeitinho que só ele tem. Dá sinais que quer permanecer ali, nem que seja para uma experiência com data (surpresa) pra acabar. Vai embora e volta, em uma versão revigorada, muitas vezes mudada (para melhor, há possibilidades). Te perdoa sempre, se você permitir. Amor respeita seu não. E aceita seu sim com tranquilidade.

 

Outro dia, pensando nos diversos propósitos da vida em que tudo se resumia a dar e receber amor, eu fiquei me perguntando como é que a gente visualiza esse amor que chega assim. Aí lembrei que amor é quando eu sinto o cheiro do cabelo dele. Quando o pé dele roça no meu enquanto fazemos a simples refeição do dia-a-dia. Quando eu aprendo todas as vezes que ensino, e vice-versa. Amor é muito mais, e a lista se torna longa até quanto dure… mas como é que a gente diz?

 

Fiz essa ilustra no esquema “pinceladas que nem sei no que darão”,estava com a música na cabeça, acabei postando e muita gente curtiu. Achei nada mais justo que virar pôster aqui, já que amanhã é dia dos namorados (as), né? E o restro do trecho da música… bem, vocês já sabem 🙂

 

 

poster-namorados-thumb

 Pôster 20 x25

Clique no botão abaixo para ter acesso ao pôster:

 

Licença Creative Commons
O trabalho Pôster Namorados de Re Vitrola está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://mulhervitrola.com.br/sobre-amor-e-poster-dia-dos-namorados/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://wp.me/P3GuHo-23x.

*****jabá on/ quem quiser encomendar a mesma ilustra, mas com carinhas personalizadas- sua e do seu amor -, só chamar: ilustra@mulhervitrola.com.br /jabáoff****