Molly nos adotou

Aqui em Ubatuba todo final de semana tem uma “feira” de doação de animais. Passei lá nesse sábado como quem não queria nada (frase quem nem mais o namorido acredita), quando vi a Molly. Eu lembro de já tê-la visto lá, e ela ter me cativado. Só não esperava encontrá-la novamente! Depois de muita inecisão *cof* resolvi levá-la para casa.

Molly é quietinha, fofinha… e dorminhoca. MUITO dorminhoca. Ela é uma linda sialata, que tem o rabinho quebrado de nascença (assim como todos os outros seus irmãozinhos), e adora se mostrar corajosa para as veteranas. A recepção foi meio panelinha: primeiro Mary e Mimi a observavam meio de longe, com cercos discretos, depois Mimi (pasmem) foi se aproximando querendo brincar e Mary ainda observa de longe, meio curiosa, meio receosa… mas sei que é uma questão de tempo, e que logo logo as três estarão destruindo juntas a casa pela madrugada 🙂 .

 

molly1

                                                        Ela tem carinha de Molly, não tem?

 

 molly2   molly4

   Mimi ensaiando aproximação e Mary só de olhadela na novata pelo topo da escada.

molly3

       E é assim, nessa pose sedutora que ela adora dormir no sofá. Muito conforto, não?

                                            crazycatlad

   E já tem gente dizendo que essa

é minha representação do futuro… xD

Mimi e Mary, as gatas da casa

– Eu sei, é um texto longo. Eu sou apaixonada por gatos, então me empolgo… mas quem tem gatos, ou gosta, acho que vai me entender 😀

 

Há um tempo atrás comentei aqui no blog que havia adotado uma gatinha, encontrada numa visita que fiz à Tremembé. A batizei de Marilyn, e ela continua comigo. É a princesa da casa, super bem comportada, atenciosa, carinhosa, e muito, muito pidona. Acho que a Mary é a gata que tive que mais se comportou desde o Milk, um gato que tive há uns anos atrás.


Mas, quando saíamos, eu achava que a Mary ficava muito sozinha. Ela sempre ficava nos esperando bem pertinho da porta, e dava muita falta quando qualquer um de nós dois saíamos. Além disso, é impossível entrar em qualquer cômodo da casa e fechar  a porta… ela chora de um jeito que aperta o coração.

 

Apesar do bom comportamento, a Mary exigia atenção até demais de nós, e caso contrário, ela revidava com mordidas e alguns arranhões. Nunca a reprimi batendo, pois sabia que aquilo era uma maneira de chamar atenção.


Foi aí então que decidimos adotar mais uma “menina”. Coincidentemente, outro dia o namorado chegou comentando que numa pet shop próxima estavam colocando gatinhos para adoção. Fui lá no dia seguinte, na esperança de encontrar algum ainda. Escolhi uma das duas fêmeas que tinha (se pudesse, trazia as duas! Torço muito que a outra tenha sido adotada), e agora ela se chama Mimi. Assinei um contrato de responsabilidade, e levamos a pequenina assustada para casa.

 

Como tenho gatos desde os dois anos de idade, sei muito bem que, quando chega um novo “integrante” da casa, as cenas de recebimento não são lá as melhores… e imaginei que a Mary fosse reagir assim, já que ela era a única estrela da casa.


Imediatamente, Mary se aproximou da novata e brincou-lhe com a pata. Mostrou seu arranhador, e parecia querer mostrar as partes da sua casa. Fiquei impressionada, não esperava uma recepção tão colorosa… e começou ali uma linda amizade entre as duas.

 

A Mary cuida da Mimi como se fosse filha, dá banho, dorme juntinho e atende os chamados dela. Procura-a pela casa, brinca… são super companheiras! A Mimi é muito pequena, então acho que por isso ela meio que vive no mundinho dela… parece desatenta, perdida às vezes, e pensa mesmo que a Mary é mãe dela, a ponto de “mamar” na Mary. Com o tempo acho que ela vai  interagir mais, ainda mais com a atenção que recebe… nossa e da sua super bondosa mãe-postiça.

 

Sei que raças são lindas, mas, se tiver oportunidade, adote! Há muitos bichanos esperando por um lar em lugares especiais para adoção… informe-se na sua cidade, faça uma visita… nem que seja só pra conhecer. Quem sabe um deles não toca seu coração? Não paga pra adotar e você vai ganhar um amigo por muitos anos :]

 

                          191020101374
                                                                 Cara de sono, e “mamando”…

 

                         mimiandmary
                                                                                Mary Mimi