Categoria: Na telinha

Trago a palavra de Stranger Things

Eu não saberia começar este post sem um: QUE SÉRIE MEUS AMIGOS!

stranger-things2

 

A série Stranger Things estreou no último dia 15 na Netflix e há algumas semanas, já alimentava os curiosos com trailer sobre a série.

De imediato, impossível não mencionar a nostalgia que a série, toda ambientada nos anos 80, traz. Referência de personagens, filmes e moda dos anos 80 de uma maneira que faz vontade de entrar numa máquina do tempo!

As atuações das crianças são muito boas, e apesar de alguns momentos se mostrar um pouco apagada, Winona (a eterna Kim de Edward Mãos de Tesoura) não decepciona e consegue cativar. Das crianças, as atuações dos personagem Dustin e Eleven foram sensacionais.

 

strangerthings_promotionalstill.0.0

 

A série, um misto de thriller e fantasia, traz a história de um menino que no trajeto de volta para casa após uma roda de RPG com os amigos, desaparece “misteriosamente”. Os episódios seguintes se dão na busca do menino e claro, nos dramas de cada personagem. Prepare o coração para momentos bem tocantes e que pode render algumas lagriminhas.

Apesar do mistério rondar a maior parte da série, tem deixas para momentos bem comedinhas. Mas apesar do ambiente fantasia, não sei se é recomendável para crianças – pode dar bastante medinho e render alguns pesadelos noturnos…

Netflix definitivamente, tem arrasado na produção de séries e fazendo valer muito bem o pagamento mensal 🙂

 

Não sei falar mais sobre a série sem correr o risco de dar algum spoiler então: se você é fã de thrillers, assista, assista! Ah, e segundo dizem… já tem 2ª temporada confirmada! ♥

 

Filmes que eu sempre assisto

Eu tinha um grande preconceito com isso de ver um filme várias e várias vezes. Só fazia isso quando criança, e não eram várias vezes: eram centenas! Haja Bingo e A Malandrinha rolando repetidas vezes no VHS…

 

Hoje em dia, até prefiro rever filmes que já vi e sei que são bons, é claro, num perídodo distante de tempo. Alguns mesmo sendo meus favoritos, esqueço cenas e até mesmo o final, não garantindo nenhum tipo de spoiler. Vantagens de ser uma pessoa de memória fraca… hehe.

 

As vantagens é que percebo detalhes que não havia percebido antes, e algumas sacadas no roteiro do filme se tornam até mais interessantes. Fora a parte de ver algum ator e pensar "nossa, não lembrava que ele trabalhava nesse filme!". E o mais engraçado: alguns eu assisto sempre e nem é meu filme favorito. Mas toda vez que está passando, acabo deixando no canal e assistindo até o final. Dá pra entender? Ou sou doida? haha!

 

E você? Costuma de assistir filmes repetidas vezes?

 

 

012

As Patricinhas de Beverly Hills

Média de repetições: parei de contar na 15ª vez. Amo rever principalmente pelas boas lembranças que ele me traz 🙂

 

basterds

Bastardos Inglórios

Média de repetições: acredito que já revi umas 6 vezes. A cena da foto é uma das minhas favoritas. GORLAMI!

 

yesman

Sim, Senhor!

Média de repetições: já devo ter assistido umas 8 vezes. Esse é um daqueles filmes que não é meu favorito, mas sempre assisto quando passa.

 

3

As vantagens de ser invisível

Média de repetições: 4 vezes. Não sei se é por conta da trilha sonora incrível, pelos personagens ou pelo Ezra Miller que eu ADORO!

 

Pulp-Fiction-043

Pulp Fiction

Média de repetições: cerca de 10 vezes. Os filmes do Tarantino (para quem curte) tem disso, você assiste várias vezes e acaba percebendo coisas que não havia percebido antes.

 

3ec393c31cf7b931ad087ed80e233386

Entrevista com o Vampiro

média de repetições: o campeão de todos – mais de 20 vezes. eu AMO esse filme pra sempre <3

 

A-Clockwork-Orange-a-clockwork-orange-14752314-965-577

Laranja Mecânica

média de repetições: 8 vezes. Dizem que Laranja Mecânica é ame ou odeie, mas mesmo tendo assistido várias vezes, eu não decidi em qual me encaixo. Acho que é um misto dos dois.

 

 

6 filmes com final de tirar o fôlego!

Já assisti bons filmes com desfechos deprimentes. Assim como já assisti filmes que eu não dava nada, mas que teve desfecho surpreendente. De qualquer forma, se unidos bom roteiro + bom final, certamente vai pra lista dos meus favoritos. Eu AMO filmes que me deixam com zoião arregalado tamanha surpresa do final. Fiz uma pequena lista dos últimos que assisti e que me deram essa sensação de "CARAAACAAAAA, cê jura?". Estou aceitando novas sugestões, tá bem? Aproveita o fim de semana e se joga!

ps: NÃO contém spoilers!

 

filmes-tirar-folego

 

7

 

O Predestinado (Predestination)

Sinopse: Um agente temporal (Ethan Hawke) encara sua última missão após anos de viagens no tempo caçando criminosos e executando a lei. O desafio final será finalmente capturar seu inimigo mais desafiador, o homem que há muito o intriga e ludibria.

 

O que acheiSe você gosta de viagens no tempo e bugs mentais, este é o filme. Quando a Raphaella me indicou, confesso que fiquei com medo de criar muitas expectativas e ser um filme "nem tão mindfuck assim", mas me enganei. Predestination explode na sua cara, assim, sem mais nem menos. Ou melhor: tudo será explicado, mas até lá… você já estará totalmente enlouquecido, rs.

 

Onde assistir: tem no Popcorn Time

 

 

8

 

O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto de Sus Ojos)

Sinopse: Benjamin Esposito (Ricardo Darín) se aposentou recentemente do cargo de oficial de justiça de um tribunal penal. Com bastante tempo livre, ele agora se dedica a escrever um livro. Benjamin usa sua experiência para contar uma história trágica, a qual foi testemunha em 1974. Na época o Departamento de Justiça onde trabalhava foi designado para investigar o estupro e consequente assassinato de uma bela jovem. É desta forma que Benjamin conhece Ricardo Morales (Pablo Rago), marido da falecida, a quem promete ajudar a encontrar o culpado. Para tanto ele conta com a ajuda de Pablo Sandoval (Guillermo Francella), seu grande amigo, e com Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil), sua chefe imediata, por quem nutre uma paixão secreta.

 

O que acheiTaí um filme que eu passava reto só por causa do nome. Achava que seria uma história de romance melosa (não que eu não goste de romances, adoro), mas me arrependi totalmente por tanto tempo adiar vê-lo. Um filme sutil e inteligente, que te prende, te envolve nos pequenos detalhes e que faz suspirar. Atuação apaixonante e excelente principalmente de Ricardo Darín, com um desfecho de tirar o fôlego e render muitas reflexões.

 

Onde assistir: tem no Netflix

 

 

9

 

Os Suspeitos (Prisoners)

SinopseKeller Dover (Hugh Jackman) leva uma vida feliz ao lado da esposa Grace (Maria Bello) e os filhos Ralph (Dylan Minnette) e Anna (Erin Gerasimovich). Um dia, a família visita a casa de Franklin (Terrence Howard) e Nancy Birch (Viola Davis), seus grandes amigos. Sem que eles percebam, a pequena Anna e Joy (Kyla Drew Simmons), filha dos Birch, desaparecem. Desesperadas, as famílias apelam à polícia e logo o caso cai nas mãos do detetive Loki (Jake Gyllenhaal). Não demora muito para que ele prenda Alex (Paul Dano), que fica apenas 48 horas preso devido à ausência de provas contra ele. Alex na verdade tem o QI de uma criança de 10 anos e, por isso, a polícia não acredita que ele esteja envolvido com o desaparecimento. Entretanto, Keller está convicto de que ele tem culpa no cartório e resolve sequestrá-lo para arrancar a verdade dele, custe o que custar.

 

O que acheiPrisoners foi um filme que me deixou sem fôlego.  Apesar de ser um filme longo, te prende e principalmente pelas reviravoltas contidas no enredo. E claro: Tem Jake. Ahhh, Jake… ♥

 

Onde assistir: Tem no Popcorn time

 

 

12

 

O Universo no Olhar (I Origins)

SinopseO Dr. Ian Gray (Michael Pitt) é um cientista que pesquisa sobre a íris ocular. Obcecado por descobrir a origem da visão, ele tenta provar que o desenvolvimento do olho humano faz parte da evolução natural, e não precisaria de um uma figura divina para criá-lo. Ele trabalha com a ajuda de sua estagiária Karen (Brit Marling) e de Kenny (Steven Yeun). Um dia, ele conhece Sofi (Astrid Berges-Frisbey), e os dois se apaixonam, apesar da diferença de convicções. A aproximação dos dois fará Ian buscar explicações além da ciência para os mistérios que o olho humano pode guardar.

 

O que achei: Além de I Origins ter uma história fascinante, ainda conta com uma trilha sonora impecável (tem Radiohead!) e fotografia belíssima. Delicado, simples, encantador… atenção para a cena nos créditos finais!

 

Onde assistir: Tem no Popcorn Time

 

 

13

 

Garota Exemplar (Gone Girl)

Sinopse: Amy Dunne (Rosamund Pike) desaparece no dia do seu aniversário de casamento, deixando o marido Nick (Ben Affleck) em apuros. Ele começa a agir descontroladamente, abusando das mentiras, e se torna o suspeito número um da polícia. Com o apoio da sua irmã gêmea, Margo (Carrie Coon), Nick tenta provar a sua inocência e, ao mesmo tempo, procura descobrir o que aconteceu com Amy.

 

O que acheiAntes de ver Gone Girl no cinema, achei que era, novamente, mais um filme de romance simples. Jamais pensei que era um suspense! O que mais gostei de Gone Girl é o fluir da história, rápido, sagaz. Quando você mal formava uma opinião sobre o personagem, ele ia lá e te fazia mudar de ideia! Saí bem satisfeita do cinema.

 

Onde assistir: tem no Popcorn Time

 

14

 

Incêndios (Incendies)

Sinopse: Jeanne (Mélissa Désormeaux-Poulin) e Simon (Marwan Maxim) são irmãos gêmeos e acabaram de perder a mãe, Nawal Marwan (Lubna Azabal). Eles vão ao escritório do notário Jean Lebel (Rémy Girard) para saber do testamento deixado por ela. No documento, Nawal pede que seja enterrada sem caixão, nua e de costas, sem que haja qualquer lápide em seu túmulo. Ela deixa também dois envelopes, um a ser entregue ao pai dos gêmeos e outro para o irmão deles. Apenas após a entrega de ambos é que Jeanne e Simon receberão um envelope endereçado a eles e será possível colocar uma lápide. Só que Jeanne e Simon nada sabem sobre a existência de um irmão e acreditavam que seu pai estava morto. É o início de uma jornada em busca do passado da mãe, que os leva até a Palestina.

 

O que acheiJá assisti alguns filmes com narrativas chocantes, e mesmo sem esperar, Incêncios me deixou sem palavras e com coração apertado do início ao fim. O final é arrebatador, doloroso e brutal. É preciso respirar fundo.

 

Onde assistir: tem no Netflix

 

Espero que tenham curtido as sugestões. Já assistiu algum?