Categoria: Viagens

Ubatuba: Caisão, Cisne Branco da Marinha e primeiro passeio de barco

Chega ser absurdo, mas mesmo morando há pouco mais de 6 anos em Ubatuba, existem lugares super próximos de casa que nunca visitei. No último domingo, aproveitei que haveria visita do Cisne Branco da Marinha aqui em Ubatuba, e acabamos fazendo antes uma visita rápida ao Caisão, um dos pontos que eu ainda não havia visitado por aqui.

O Caisinho eu já conhecia, mas na terça passada acabei fazendo algo inusitado com uma amiga: fizemos um mini piquenique em “cima da água”. Estava um dia lindo, vimos tartarugas e nos sentimos privilegiadas de morar num lugar tão bonito quanto Ubatuba!

Essa semana fiquei sabendo que vão fechar o Caisão – a data máxima é até dia 18 deste mês – e nenhuma visita mais poderá ser feita. Fiquei bem triste com a notícia, em tom de abandono total, de mais um ponto para privilegiar a cidade sendo impedido de sr visitado pelos moradores. Seria bom se fizessem uma reforma, já que o motivo do fechamento é o fato da estrutura do Caisão estar comprometida, mas o anúncio é que apenas irão fechar. Então, foi uma visita e também uma despedida.

Sobre o Cisne Branco, infelizmente não conseguimos entrar, então rolou passeio de barco apenas em volta do mesmo. Teve fila (bem demorada) mas para quem nunca tinha andado de barco na vida, fiquei bem feliz!

SAMSUNG CAMERA PICTURES
vista do Caisinho pro Caisão – Praia do Itaguá

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES
trajeto do Caisinho para o Centro
SAMSUNG CAMERA PICTURES
tartaruguínea dando um oi no Caisinho

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES
Casalsim no Caisão ♥
SAMSUNG CAMERA PICTURES
Vista do Caisão para o Centro

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Cisne Branco da Marinha

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES
a cara da felicidade da pessoa no seu primeiro passeio de barco!

Então, já sabem: quem for visitar Ubatuba até dia 18 deste mês, aproveite para visitar o Caisão. A vista é INCRÍVEL, e depois não será mais possível ir 🙁

Rota Praias Ubatuba: Lázaro, Vermelha do Sul e Estaleiro

Quem diria: hoje eu me considero uma pessoa apaixonada por praia. Se antes eu odiava praia e calor com todas as minhas forças, hoje em dia sinto até um pouco de saudade quando ele se vai. Não pelo calor em si, mas sim por poder ir na praia, onde é sempre e fresquinho.

Mas, uma confissão: eu só não gostava de praia por não saber nadar, e só conhecia praia com onda. Não sabia da existência de praias sem ondas – coisa que só fui descobrir que existia depois que vim morar aqui em Ubatuba.

Aliás, seria um desperdício morar em Ubatuba e não gostar de praia, né? Afinal, são quase 100 praias. Pensando nisso, criei uma “meta” de conhecer pelo menos metade de tudo isso. E vou postando aqui o que acho de cada uma delas, que tal? Tem gente que faz resenha de maquiagem, de aparelho eletrônico… eu faço de praias também, ué, haha!

 

Praia do Lázaro (sentido sul)

A Praia do Lázaro era uma das praias que eu mais tinha curiosidade de conhecer, mas não fez muito meu tipo. A praia é boa, é tranquila, mas no dia que eu fui, achei o mar agitado para uma praia que não tem ondas. Pra quem é baixinha, logo não dava pé por causa da movimentação da água, sabe?

Fora isso, é uma boa praia. O estacionamento fica próximo da praia, de moradores locais mesmo, ou na rua – vai da sua sorte do dia. O preço em média é 10,00, com direito a ducha e banheiro.

A praia tem quiosques (acho que tinham uns 2 ou 3), mas como é uma praia mais movimentada, eles são mais na pegada barzinho do que comida típica de praia, sabe? Matei a curiosidade, mas não ficou na minha lista de favoritas.

 

Ondas: depende do dia. Mais pra calmo.

Cachorros: não lembro se podia.

Quiosques: sim (2 ou 3)

Estacionamento pago: sim (R$10 em média)

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

Praia Vermelha do Sul (sentido sul, mesmo, rs)

O que dizer sobre essa praia que mal conheço, mas amo pacas? Definitivamente, essa entrou pra minha lista de praias favoritas aqui em Ubatuba!

A água dessa praia é um PISCINÃO! Maravilhosa! Observe o moço na foto com bóia e guarda sol, sem preocupação nenhuma, só praticando o deboísmo…

Queria ter conhecido essa praia antes. Queria poder ir todos os finais de semana!

Ah! e por ser uma praia mais escondidinha, ela fica assim, bem vazia mesmo 🙂

 

Ondas: no dia que eu fui, nenhuminha!

Cachorros: não permitido

Quiosques: não. tem que levar comidinha e bebidas, e, por favor, sacos de lixo!

Estacionamento pago: o estacionamento fica na entradinha, antes de uma mini trilha de acesso à praia e não é pago.

Dica: 4km à frente da Praia Vermelha, tem a Praia da Fortaleza que é maravilhosa!

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES
lado direito da praia

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES
lado esquerdo da praia

 

Praia do Estaleiro (sentido norte/Paraty)

Depois do trauma da Praia do Ubatumirim, resolvemos conhecer a praia do Estaleiro, que é uma praia depois da Ubatumirim. Elas são praias bem semelhantes, a diferença é que a estradinha que leva até à praia do Estaleiro é beeeem mais sossegada e próxima que a da praia do Ubatumirim, que mais parece um rally dos sertões. Gostamos tanto que fomos dois finais de semana seguidos… é uma praia super tranquila, espaçosa… vale muito a pena! Excelente para passar o dia inteirinho e ótima para ir com crianças.

O mar é tranquilo, mas, se você tem medo de “vida marinha”… essa praia não é para você. Nas duas vezes seguidas que fui, tinha muita coisa no mar. Na segunda vez, até estrelas do mar aos montes, vivinhas da silva (e não aquelas secas que você vê nas lojinhas para turistas… rs). Vi algo grande nadando também, acho que eram tartarugas…

Ondas: nos dias que eu fui, nenhuminha!

Cachorros: permitido

Quiosques: 2 quiosques. o do lado direito (alguma coisa “do siri”), vale a pena pedir o pastel de camarão (que vem LOTADO de camarão!)

Estacionamento pago: não. o estacionamento fica na própria areia da praia que é “batida”, ou seja: você entra com o carro na praia.

Dica: no tal quiosque do Siri, a ducha é grátis mesmo para não-clientes.

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES
PAUSA para este por do sol maravilhoso!
SAMSUNG CAMERA PICTURES
muitas conchinhas ♥

SAMSUNG CAMERA PICTURES

E aí, gostaram? Já estão animados para virem me visitar? xD

Visitando Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão

Todos os anos nos últimos 5 anos, comemorei meu aniversário e aniversário de namoro (que são no mesmo dia, rs) do mesmo jeito: escolhia algum restaurante/bar para ir e fim. Esse ano, em comemoração a 6 anos aturando com o bofe, decidi que queria fazer algo diferente: uma viagem a dois ♥

Pasmem: nunca viajamos juntos. Viagem mesmo, de ficar em hotel/pousada: nunquinha, hehe. Então foi uma experiência bem legal que já tô doida pra repetir. Nóis não tem dinheiro pra viajar pra fora, mas porque não conhecer as cidades próximas, cheia de lugares incríveis para visitar? E assim partimos rumo a nosso destino: Campos do Jordão 🙂

Como é pertinho, decidimos parar para almoçar em Santo Antônio do Pinhal. É uma cidadezinha bem pequenininha, mas uma delícia pra passear. Por sugestão do meu sogro nº2 (eu tenho 2 sogros gente, disgurpe) optamos pelo restaurante Vôo Livre (Av Ministro Nelson Hungria , 317 – Centro). É um restaurante a kg que pasmem, fritam a mistura na hora. Nunca tinha visto isso e amei. Comi uma comidinha com uma alcatra deliciosa e meu prato saiu por menos que 18,00. Uia!

No caminho, resolvemos dar uma espiadinha no Eccoparque. O lugar é lindo, mas não fizemos a visita guiada (20,00) pois o objetivo era só dar uma passadinha por Santo Antônio mesmo. Mas a beleza do local é de deixar de boquiaberto quem ama passeio cercado de natureza! Essas fotos tirei na parte externa do restaurante, bem na entrada do parque. Acho que eu nunca havia visto flores tão bem cuidadas assim (e de verdade! rs)

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Hora de seguir o nosso real rumo: Campos do Jordão! O clima estava bem gostosinho no dia, nem calor, nem frio. Eu já havia pesquisado algumas pousadas dias antes no Trip Advisor e feito um roteiro porque sou dessas, então fomos rumo à primeira opção da lista, a pousada La Toscana. Conseguimos um descontinho legal no quarto de cima (haviam nos oferecido um quarto no térreo que era com uma janela que dava na garagem e achei… estranho), e acabamos ficando por lá mesmo. E também porque fomos fisgados pelo cheirinho de bolo de chocolate… aiai!

 

campos-do-jordao-passeio3

 

No fim eu adorei a pousada e voltaria a me hospedar lá. Tem café da tarde e da manhã cheio de coisas gostosas e com muitas opções, quarto confortável e muito limpinho, e os funcionários super simpáticos que nos deram várias dicas de passeios. E adorei que tinha uma locadora pra pegar quantos DVD’s quiséssemos e pasmem: tinha filmes do Ingmar Bergman e Truffaut. Já ganhou meu coração.

Depois de guardar nossos pertences, fomos passear na cidade. Compramos os tão famosos chocolates Araucária e Montanhês. Nosso voto foi pro Araucária disparado e da próxima nem perderemos mais tempo indo no Montanhês. Engraçado que a lojinha da Araucária é bem mais simples, mas os funcionários são mil vezes mais atenciosos, é mais barato (o Montanhês custava 7,50 em média a barrinha e o Araucária 4,50) e muito mais gostoso!

Voltamos para a pousada para descansar um pouquinho e à noite, fomos conhecer um dos bares mais comentados de Campos do Jordão: o Baden Baden. Essa rua é definitivamente uma graça, mas é só para olhar mesmo, já que as lojas são “de luxo”, rs. Já no Baden, eu confesso que até achei que o cardápio fosse mais “facada”. Pedimos a linguiça temperada (nham! delícia!) e um joelho com molho de mostarda. Ambos pratos valeram a pena, mas gostei mesmo foi do meu drink de melancia que tava maravilhoso e me dá saudade só de pensar ♥

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

No dia seguinte resolvemos fechar com um passeio mais “turistão”: demos uma olhadela no pedalinho, andamos de teleférico, visitamos o Palácio Boa Vista e agendamos uma visita à fábrica da Baden Baden

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

teleférico Campos do Jordão

Não parece, mas eu estava bem lá no altão! #medo #rindodenervoso

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

“mor, tira uma foto minha”

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Lá em cima, no Morro do Elefante, tinha uma espécie de exposição (?) com várias imagens de… elefantes, óbvio.

 

No Palácio Boa Vista, as fotos só podiam ser tiradas do lado de fora, por questões de preservação das obras (entre elas, haviam obras de Tarsila do Amaral). O interior é bem luxuoso, e tem mais de 105 cômodos. A visitação é guiada e bem interessante. É um passeio rápido, mas que vale muito a pena ir nem que seja para tirar fotos no exterior que é uma belíssima área 🙂 A visita ao Palácio é gratuita, e fica aberto de quarta a domingo – inclusive feriados – nos horários de 10h às 12h e de 14h às 17h.

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

E por fim… a visita à fábrica da Baden Baden! A visita é marcada com antecedência por telefone (aqui) e pagamos R$15,00 (por pessoa). Caso não marque antes, tem que contar com a  sorte de ocorrer alguma desistência para poder ter encaixe. Lá dentro, é explicado rapidamente como é o processo de fabricação das cervejas, e depois há degustação de 2 tipos de cerveja. No final, tem um brinde pra levar pra casa, hehe 🙂

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Bem, para uma primeira viagem, até que não fomos tão mal e curtimos bastante! Não fomos em todos os lugares que queríamos ter ido, mas é bom que fica pra uma próxima, né? Lembrando que Campos do Jordão é realmente uma cidade cara (principalmente se for na temporada), mas como TAMBÉM moramos numa cidade turística, não sentimos tanto esse impacto que as pessoas tanto falam. A dica é: prefira os períodos fora das temporadas, pois as pousadas ficam bem mais baratas!

Sobre roupas de frio e tals: achei que fosse achar coisas bonitas, mas acho que deve ser por ter ido numa época ainda não tão inverno, mas, não achei nada bonito (até achei bem breguinha as roupas, haha!). Só comprei uma jaqueta de couro num outlet que estava com preço realmente legal (e estava precisando, pois estou sem casaco mais quente de inverno).

Ah! Se você já visitou Campos do Jordão, contaí sua dica legal de lugares por lá! 🙂