Passo a passo de ilustração: Meet the Artist!

Nessa vida tenho várias coisas para aprender e certamente uma delas é aprender a fazer os processos das minhas ilustras pra mostrar pra vocês. Muita gente pede e quando vou lembrar, já fiz! haha. Mas, nesse post, vou tentar mostrar pra vocês um pouco do processo de uma ilustra feita mais rapidinha.

A verdade também é que minhas ilustras não envolvem grandes técnicas, como já contei aqui nesse post. Eu não sei muito de anatomia, por exemplo, então muitas vezes eu pego uma foto de uma modelo numa pose que eu quero e uso como base, fazendo as adaptações pro meu traço/estilo de desenho e de detalhes (óbvio). A do Meet the Artist, por exemplo, usei essa foto aqui como base:

569910ea490afc6937600684efacd0e1

 

O processo

Rabisquei de novo só pra vocês terem uma ideia de como fica, antes de eu fazer todos os ajustes e chegar à arte final. No Illustrator, crio uma nova camada e traço por cima do meu modelo.

O pincel que uso é o da própria Wacom (pincel ártistico 6D) e claro, também a mesa digitalizadora da Wacom (a minha é a Connect).

model-ilustra

Aqui é o traço final. Depois de traçar no Illustrator, eu jogo no PS e escolho as cores, em inúmeras camadas, uma para cada área do desenho: desde o narizinho do gato até o fundo do desenho. Depois de tudo pintado, vou trocando as cores das camadas que já estão pintadas de acordo com a “harmonia” que quero para aquele desenho e aplicando texturas e efeitos, se necessário. Por último, faço as camadas para as sombras, brilhos, etc. Ajusto a cor do traço, o tamanho que uparei para web, salvo no computador e voilà!

MEET-SEM-PINTURA

Aqui tem um gif “mais ou menos” do processo de pintura até o resultado final (outro dia faço um mais detalhado):

 

meet-the-artist-pintado-gif2

 

E aí, gostaram? Era mais ou menos como vocês imaginavam que nascia uma ilustra? Deixe aí nos comentários sua opinião e também se gostaria que eu postasse mais sobre esses processos de ilustra 🙂

19 comments Add yours
  1. Rê, tenho curtido tanto esse seu processo de compartilhar – e, por consequência, inspirar – as pessoas com o seu processo criativo!
    Até eu, que não tenho habilidade nenhuma com desenho, sinto vontade de me jogar e seguir os seus passos!

    Seu meet the artist ficou tão, mas tão lindo! ♥
    Tinha visto lá no facebook e achei muito bacana saber como foi o processo de criação.

    Obrigada por ser tão generosa com os seus leitores!
    Beijos,

  2. Oi Re! Obrigada por esse post, estava precisando ver algo assim, rs. Amei conhecer melhor seu processo de ilustração! Não me considero nem de longe ilustradora, mas gosto de me arriscar desenhando, e as vezes desanimo pensando que meu processo está “errado”, principalmente quando vejo ilustradores usando ferramentas que parecem tão distantes de mim… e lendo seu post lembrei que na verdade cada um tem um processo diferente, e que não existe maneira certa de fazer, o importante é fazer o que a gente consegue, né? E o estilo e técnicas só melhoram com prática mesmo, não tem jeito… Adoraria ver mais bastidores das suas ilustrações e dicas pra quem quer ilustrar! Beijão

  3. Ameii ver teu processo de criação de ilustra! Morro de vontade de fazer mas não tenho os equipamentos 🙁 mesa + caneta e todas as vezes que tentei escanear do papel ficou muito ruim por todo o trabalho de vetorizar e tals :/

  4. Primeiro…
    Seu blog tá lindo Rê,
    Segundo, não, não imaginava mesmo que era assim,, achei que tu desenhava algo no papel e depois de alguma forma passava pro computador hahahaaa
    Adorei conhecer e saber como é esse processo, muito legal mesmo e criatividade realmente é tudo ein, não basta ser um esboço tem que ter aquela coisa chamada dom pra chegar lá e fazer algo legal assim.
    Ameiii
    Bjs

    1. Então, tem várias formas de ilustra e essa é apenas uma delas, hehe. Algumas técnicas funcionam melhor pra um tipo de desenho, outras pra outros tipo… o ideal é ir “sentindo” e fazer de acordo como você acha mais conveniente, mas, nunca deixar de fazer 🙂 Faço no papel tbm, faço direto sem base, com base, enfim… de uma infinidade de maneira, rs.
      Fico feliz que tenha curtido!

  5. Ahh que legal ver seu processo!
    Só fica esperta que copiar poses de fotos que não são free tb pode ser considerado plágio. Eu aprendi isso nuns 2 workshops já. No seu meet é ok, nada que vc vende, mas né? Só a dica rsss

  6. Adorei o passo a passo, Rê. Sou louca pra me jogar nessa vibe de desenhar/pintar/ilustrar, mas tu acha que minha autocrítica deixa? AFF

    Tudo lindo, tudo mara, odeio falar no telefone também (quenhé que gosta, Deus?), tamo junta! <3

  7. Oi Rê!
    Eu sou péssima para desenhar e mt pior usando a mesa digitalizadora, mas o que arrisco faço tipo isso aí que vc mostrou. Só que minhas ilustrações saem bem ruinzinha…estou melhorando, mas às vezes bate uma deprê por não conseguir.

    Bjuss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *