Tag: bobagens

Vidaloka

Primeiro, qual sua opinião sobre isso:

 

11224323_913002955450986_7086336662986043635_n

Minha resposta: eu não seco. Mas se precisar algo naquele momento, eu seco. E você?

 

Sobre louça: Eu acho que passo parte demais da minha vida lavando louça. Não sei se gosto ou não. Mas tenho muita preguiça na maioria das vezes, confesso.

 

Deixo louça dormir na pia, às vezes.

Já viajei e deixei louça na pia.

Já lavei louça chorando.

Cantando.

Ouvindo confissões.

Já tive muitas ideias.

Já tomei decisões importantes. Lavando louça.

 

A vida é louca. E louça. Tamo aê, na #vidaloka e pratos sujos.

 

louca-louca

Por um mundo menos fluorescente

Outro dia entrei numa loja em busca de um tão sonhado salto. Escolhi um modelo todo preto, clássico. A atendente me veio com 3 modelos: um preto com salto fluorescente rosa, um todo fluorescente amarelo e um outro laranja… fluorescente. Eu saí da loja atordoada com aquela enxurrada pokemón, e percebi que o mundo estava infectado de coisas inúteis fluorescentes. Por exemplo… pra que serve uma blusa fluorescente? Já não bastam os faróis acesos? Acho que a cor poderia ser muito melhor utilizada em outras coisas, como por exemplo:

 

Gatos Fluorescentes:
Eu vivo perdendo minhas gatas pela casa, principalmente à noite. A Mimi, que é preta-e-branca, camufla em meio às almofadas, e a Mary, que é cinza rajada, camufla em qualquer lugar. Se elas fossem fluorescentes, eu as acharia facilmente pela casa… era só apagar as luzes, e, vòila!
ps: E a façanha existe. Dá uma olhada aqui.

 

                     fluor

 

Preservativos Fluorescentes
Isso já existe, eu acho a idéia genial. Afinal, de médico e Jedi, todo mundo tem um pouco.

                                           fluor2

 

Lixeiras Fluorescentes
Eu só queria ver qual seria a desculpa do povo que joga lixo no chão “porque não sabia onde estava a lixeira”. É flúor, meu caro! Até as minhocas enxergam a cor flúor. Mané!

 

Controles Remoto/Celular/Chave Fluorescentes
Os campeões do “cadê-estava-aqui-agorinha” facilitariam muito se fossem produzidos num fluorescente super ultra cegativo. Fluorescência que desse pra enxergar de longe (tipo do seu lado) e através de objetos (tipo a almofada do sofá).

 

Conhecido mala Fluorescente
Brincadeira, gente. Mas seria legal, né? Pelo menos dava tempo de avistar de longe e correr…

 

E então, o que você queria que fosse fluorescente?

Moedas X Dignidade

 Eu não gosto de moedas e elas não gostam de mim.


Pra minha mãe, “moeda é dinheiro”, e claro que é. Um milhão de moedas de 1 real teriam um feito gigantesco na minha vida, por exemplo. Mas eu não sou o Tio Patinhas. Eu não tenho aonde guardá-las, e é a partir daí que elas infernizam a minha vida.


Eu despacho as moedas sempre que posso. É um peso que empurro, vergonhosamente, pro mercadinho ou padaria mais próximo, seguido da frase “pode conferir que eu espero, se quiser”. Afinal, o que é um peido, né?
Um milhão de  situações constrangedoras essas malditas redondidas já me colocaram. A última, eu estava na rodoviária rumo ao Rio de Janeiro. As fulanas surgiam de algum buraco negro e teimavam em cair pelo chão. Catei, uma, duas quedas. Na terceira, numa saída rápida do fast-food, ouvi um tilintar de endurecer a espinha. Eram as minhas malditas caindo novamente esparramando feito batatinha pelo chão. Diante das chamadas “Opa, caiu aí!” e “Ei, suas moedas”, segui meu destino firmemente ignorando-as (as moedas, e as pessoas também).


Fato: mais vale meia dúzia de moedas de 5 centavos no chão que minha dignidade agachada pagando cofrinho. E tenho dito.

 

mario_coin

                                             
                                   Dica: só o Mario ganha vidas juntando moedas!