Tag: cabelo

Resenha: Keraton Hard Insane Pink

Eu sempre acabo testando novos tonalizantes coloridos pois aqui na cidade é uma lástima para encontrar sempre do mesmo, e nem sempre compensa pra mim comprar uma só pela internet.

A belezinha testada dessa vez foi a Keraton Hard Insane Pink, e confesso que não esperava muito dela. Primeiro, por ela ser de aplicação TOTALMENTE diferente das que eu estou acostumada: você lava o cabelo, seca, passa um pouco do tonalizante, seca de novo e passa mais uma vez… sério, tá assim na embalagem:

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Bem, eu fiz da forma como consta na embalagem pois não estava a fim de desperdiçar produto, e me surpreendi. Ficou uma cor muito legal!

 

Eu misturei todo o conteúdo da embalagem com umas 3 colheres de creme de hidratação branco, e fui aplicando. Ela é BEM pigmentada e meio transparente. Na embalagem diz que tem queratina e tals, e talvez seja por isso que depois eu achei que meu cabelo ficou bem duro depois, sabe? Não desidratado, mas tipo quando a  gente pesa a mão na queratina mesmo. Não sei, posso estar enganada… mas nada que me desesperasse também, rs.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

Tirei foto da cor que estava antes, mas só lembrei quando já tinha secado com secador, então não reparem na palhinha que tava, haha!

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

E então, eis o resultado:

SAMSUNG CAMERA PICTURES

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

Ficou um rosa mais pro magenta, do jeitinho que eu gosto <3

Gostaram? Já experimentaram essa marca?

Pintando o cabelo de roxo!

(fazendo esse post no celular mesmo para facilitar as dúvidas dos amigos que perguntaram, haha!)

 

Desde o ano passado – inclusive era meta para 2015 – tenho vontade de ter o cabelo roxinho. Como algum tempo atrás fiquei loira, nada melhor do que aproveitar o enjôo da loirice para tacar uma corzinha, né?

 

Então, vamos lá, desde o início: meu cabelo é castanho médio com muitos fios brancos. Primeiro, descolori o cabelo totalmente usando descolorante AVORA 9 tons + água oxigenada 30 volumes, duas vezes. A primeira vez, em julho deste ano, e a segunda, só em novembro. A cor do meu cabelo estava assim, após essas duas descolorações:

 

 

Eu dei esse tempo entre as duas descolorações por três motivos: primeiro, eu quis ficar um tempo acobreada. Depois, quis ficar um tempo loira. E terceiro, e não menos importante: tratar o cabelo durante esse período, pois descolorações acabam maltratando bastante o cabelo. Não importa o salão, não importa o produto: se você não tratar de um cabelo descolorido, ele pode até não apresentar “danos”, mas com o tempo ele vai ficar quebradiço, com aparência mais opaca…

 

O que eu usei (e uso) muito para recuperar os danos causados por descoloração e tintura: umectação com óleo de côco semanalmente, queratina Niely quinzenalmente, Anti Age Amend, Máscara L’Oreal Reparação Total 5, Morte Súbita Lola, Leave-in Amarula Amend (costumo testar sempre outros produtos, mas recentemente são esses que tenho usado com mais frequência)

 

Com esta base de loiro que eu estava, passei apenas a Dark Violet da Creative Crazy Colors misturada em creme, e ficou um roxinho claro. Mas eu queria um roxo meio puxado pro magenta, então depois de alguns dias, resolvi misturar com algum tonalizante rosa.

 

Fiz uma nova mistura, desta vez usandoa  Creative Crazy Colors Dark Violet da Alfaparf de novo + Color Express Pink Show da Salon Line. Usei a Pink inteira e só um pouquinho da Dark Violet (um pouco mais que uma colher de sopa da Dark Violet).

 

Muitas pessoas usam a Dark Violet pura e o cabelo fica muito escuro. Ela é bem forte (como a maioria dos tonalizantes da Crazy Colors), e, por isso, indico que ela seja usada sempre misturada a algum creme. Pode parecer que não vai pegar, mas pega, e pega que é uma beleza! Se você quiser mais escuro, só ir acrescentando mais tonalizante na próxima mistura.

 

Bem, a quantidade de creme que utilizei foi o equivalente a um pote de creme Dove, desse tamanho da imagem abaixo, e deixei no cabelo por 30 minutos, depois enxaguei normalmente e só então condicionei os cabelos. Ah, a mistura é aplicada nos cabelos LAVADOS e apenas com shampoo, tá? Como se você estivesse fazendo uma hidratação.

 

Pode ser com qualquer creme branco que você tenha em casa, de preferência que tenha uma consistência mais durinha para a mistura não ficar escorrendo. Não precisa usar touca.

 

image

 

 

tonalizante-crazy-color-dark-violet-pink-show

 

O resultado, sendo a foto da esquerda a cor de como estava ANTES. Bastante diferença, né? Lembrando que, esse tipo de tonalizante NÃO PEGA em cabelos escuros (é necessário descolorir antes), nem em fios brancos, tá?

 

 

Espero que tenham gostado (eu tô muito apaixonadinha por essa cor!). Qualquer dúvida, deixa aí nos comentários 🙂

 

Ah, e Feliz Natal, pessoal o/

As definições de mudanças foram atualizadas!

Minha mãe sempre me dizia "nunca diga nunca" e, apesar de achar mais um daqueles conselhos para levar pra vida, eu confesso que deixava ele um pouco "de lado" em alguns momentos.

 

Eu percebo que temos uma séria tendência a medo das mudanças. Eu tenho aos montes! Mas mais que medo de mudanças, temos medo de nos sentirmos bem mudando. Há uma certa culpa que ronda quem não se estabiliza num "finalmente", quem não define um para sempre. E há quem sempre nos lembre: "oras, mudando de novo???"

 

Eu já deveria saber que na vida de uma pessoa que ama mudanças capilares, "nunca" não é o tipo de palavra que deve ser mencionada. Quando saí do ruivo cereja, eu posso não ter dito, mas pensei: ruiva, nunca mais. E esse "nunca" durou apenas um ano…

 

O que dizer então do persistente azul (que virou um verde totalmente não-intencional)? Esse sim: disse para minhas amigas que tinta fantasia nunca mais. Mas depois de ter acostumado com ele aqui, olhando para mim e eu olhando para ele… decidi que tinha chegado a hora dele fazer parte de toda essa brincadeira pra valer. E quer saber? Já me imagino saindo do ruivo, de cabelo todo rosa, ou todo azul… rolou um desprendimento, sabe? Ponto pro cabelinho verde!

 

Independente do que digam, e até mesmo do que você pensa, mudanças nem sempre serão planejadas. Ela é mais um passo que você dá rumo a uma vontade que pode nunca ter dados as caras oficialmente, e quando você se der conta, opa, tá na hora de decidir! O importante de tudo é você se sentir como se estivesse cercada de almofadinhas para todos os lados assistindo mais um episodio da sua série favorita: bem confortável. E se bater vontade de mudar a programação, independente do que vão te dizer… pegue suas almofadas e vá em frente!

 

De volta ao ruivo e update no verdinho, e ah, meu óculos novo! ♥ (sim, tô mei descabelada e ainda tava com cara de sono matinal xD)

 

O que eu usei:

 

(pra tonalizar o ruivo)

60ml de água oxigenada

Mix 0/43 color perfect

Creme branco

 

(pra tonalizar o verde)

Ice blue da Alfaparf (tonalizante que dura horrores no cabelo, haha! – use com moderação!)

Um pouquinho de mix 0/43 (pra ficar verde)

Creme branco

 

Misturei as receitinhas (separadamente, óbvio) e passei no cabelo lavado apenas com shampoo. Deixei cerca de 30 minutos, enxáguei e passei condicionador como de costume.