• Belezinha

    Minha Transição Capilar

    Outro dia (não lembro quem foi) comentou: "Nossa Re, até que sua transição foi tranquila e rápida!". Tranquila, até que foi. Agora, rápida, só me dei conta que não foi quando andei dando uma fuçada em algumas fotos antigas. 

     

    Pra quem não sabe, transição capilar é o período para quem quer banir de vez os procedimentos químicos das madeixas. Esse período exige muita paciência e persistência… eu dei início à minha em meados de 2013, e confesso que muitas vezes pensei em desistir. Ai gente, eu me sentia tão feia com metade do cabelo enrolado, outra lisa 🙁 O que me ajudou é que eu nunca tinha grana pra fazer a tal progressiva de novo quando eu criava coragem, haha! #serpobreéumadadiva. Então, ainda sem coragem de "rapar" tudo, eu mantinha alisando os cabelos só com secador/pranchinha (o que não é recomendável pois maltrata muito os fios!).

     

    transicao-capilar-1

    Foi em janeiro do ano passado (2014) que eu vi uma luz no fim do túnel, sabe? Quando vi que meu cabelo começou a mostrar os primeiros cachinhos, fiquei tão feliz e empolgada  e pensei "agora vai!"! A impressão que eu tinha é que eu nunca mais teria cachos novamente. Puro engano! Eles voltam, devagar, mas voltam.

     

    transicao-capilar-2

    Em março de 2014 eu quis tirar o máximo possível de parte lisa restante, pois já não via a hora, e cortei o cabelo bem curtinho, o mais curto que já cortei até hoje e que também é conhecido como "big chop" (o grande corte). Na segunda foto, nem estava tão enrolado pq tinha secado o cabelo com o secador, mas ele já estava praticamente sem química do alisamento.

     

    transicao-capilar-3

    Mas foi só no começo desse ano que, finalmente, eu criei coragem de usar ele ao natural. Na primeira foto eu ainda estava receosa e alisei a franja com secador. Nos dias seguintes, já tinha me acostumado com o volume e desde então, meu secador e pranchinha então em algum canto da casa pegando poeira. Existe um tempo certo para adaptação, e é importante você respeitar o seu.

     

    Cada dia, meu cabelo fica de um jeito diferente, e confesso que acho até divertido. O que percebo é que mesmo após tirar toda a química, os cachos "reais", como antes, ainda demoram um cadinho para voltar. Se você está pensando em migrar de volta para seu cabelo natural, vá tentando técnicas que melhor se adaptem ao seu antigo-novo cabelinho. Tem coisa que dá resultado ótimos em alguns cabelos, outros não. E mantenha o foco: no começo, ouvia muita coisa que me desanimava, mas me sinto orgulhosa de não ter desistido. Vale muuuito a pena! É tão gostoso saber que posso pegar chuva e só me preocupar com os óculos… liberdade total!

     

    Abaixo, minha inspiração, que são os cabelos da Letícia Sabatella. Temos cachinhos bem parecidos, e é sempre legal você ter algumas referências POSSÍVEIS (coloca num muralzinho, hehe) pra te motivar. Foco e força! 

     

    transicao-capilar-4

     

    Em alguns grupos que participo, rola sempre esse vídeo. Acho muito legal:

     

     

     

    O mais legal de tudo, foi eu ter descoberto um mundo de novos produtos com preços beeem mais acessíveis e muitas receitinhas caseiras que dão super certo. Mas isso é assunto pra outro post!

    E aí, você está passando ou conhece alguém que passou pela temida transição capilar?

  • Belezinha

    Inspiração: Cortes assimétricos

    Faz um bom tempo que não faço cortes "comuns" no cabelo. Eu adorava cortar retão, achava prático, mas cansei. Desde então, mesmo ele mais compridinho, procuro cortes que sejam um cadinho mais diferentes. Ultimamente, ando apaixonada pelos cortes assimétricos! Pretendo deixar os cabelos crescerem esse ano, mas gosto dessa impressão de cabelo "de ladinho", sabe? Cortei assim fazem uns dois meses e de longe, é um dos cortes que mais curti usar! 

     

    Porém, pesquisando bem, percebi que esse tipo de corte fica legal em qualquer tipo de cabelo. Ondulado, cacheados, coloridos… na verdade, eu acho que em primeiro lugar, o melhor corte pra você é aquele que te faz sentir bonita. Não gosto disso de "ah, fica legal pra poucos". Mas é sempre legal termos algumas inspirações na hora de levar ao salão explicar pro profissional o que você quer, né?

     

    Selecionei alguns que mais curti para vocês se inspirarem, e quem sabe, não animar a dar uma passadinha no seu cabeleireiro?


    1 2 3 4 5 6

    10 11

     

    Atualmente, o meu está assim (agora já cresceu bastante, e pra esse efeito mais baixinho do outro lado, só com grampos) e  não vejo a hora dele estar maior pra usar como esse penteado da Lena Headey (que aliás, sempre usa cortes maravilhosos!)

     

    lena-headey-cabelo-assimetrico

     

    E então, o que acham? ♥

  • Belezinha

    Como ficar RUIVA sem descolorir!

    Embora o mês de agosto seja para alguns, algo assustador, eu decretei como o mês oficial do cumprimento de promessas. E isso inclui este post, um dos mais pedidos através do e-mail e Facebook.

     

    Então, chega de espera, né? Lembrando que, como não sou nenhuma profissional, esse post é sobre como eu cuido do meu cabelo vermelho, e que funciona para mim. Então, bora: tô aqui pra abir o verbo e contar tudinho pra vocês!

     

    CHAMADA-CABELOS-VERMELHOS

     

    Etapas do ruivo com intensificador 0.6 Amend

     

    Eu sempre quis ser vermelhinha. Mais especificamente, desde os 16 anos de idade, quando tive uma professora muito querida que tinha belos cabelos encaracolados ruivos. Coloridos, é claro. De lá pra cá, não arriscava muito: pintava de borgonha ou tintas que só davam um leve avermelhado com a luz do sol…

     

    Descobri o intensificador da Amend (0.6) e as mudanças das fotos a seguir foram feitas apenas com o intensificador Amend 0.6, sem nenhuma descoloração prévia. A cor natural dos meus cabelos é castanho médio com bastante fios brancos. Eu pintava regularmente, todos os meses, com o intensificador e água ox. de 30 volumes, até que cheguei nessa cor final, um vermelho bem vivo.

     

    Já fiz misturinhas uma época: usava Acquaflora 0.6 e 66.46, mas comecei a achar que ele estava escurecendo…

     

    como-ficar-ruiva-cabelos-amend

    Amend_Coloração_Color_Intensy__03186_zoom

    Detalhe IMPORTANTE: Eu não arrisco dizer que QUALQUER pessoa que usar a mesma tinta vai conseguir o mesmo tom, pois cabelo varia de pessoa para pessoa. Eu tenho um fator "ajudante" que é ter muitos fios brancos desde os 13 anos de idade. Hoje, aos 29, boa parte do meu cabelo é de fios BRANCOS (mesmo), o que faz com que a maioria das tintas pegue com muita facildade (e vá embora bem rápido também :/…). Ai, alguém aí sofre do mesmo "problema"?

     

    Tratamento

    cabelos-vermelhos-tudo-sobre-7

     

    Obviamente, ter cabelos coloridos é sinônimo também de: rios de dinheiro sendo deixados em loja de cosméticos. Houve uma época que eu não cuidava NADA do cabelo. E dá-lhe selagem, escova, pranchinha… claro que meu cabelo respondeu isso de forma negativa, e aí foi hora de correr atrás do prejuízo…

    Hoje em dia, eu tenho uma rotina SEMANAL (preguiçosa, porém semanal) de cuidados com os cabelos, com hidratação, nutrição e cremes especiais para meu tipo de cabelo. Parei com alisamentos em salão – por pura preguiça de ficar retocando obrigatoriamente – , e aliso mesmo só com secador ou pranchinha. Ainda não está grandes coisas, mas… já melhorou bastante!

     

    misturinhamagia

    Creme  de sua preferência + uma tampinha de glicerina + uma tampinha de Bepantol (líquido, não aquele de pomada!) +1 colher de açúcar = ♥♥♥

     

    Produtos Favoritos

    cabelos-vermelhos-tudo-sobre-6

    Tratamento de choque da ElisaFer – Já usei outros produtos da Elisafer e AMO. Compro de olhos fechados tudo que é da marca, mas confesso que não botei fé nesses sachezinhos quando vi pela primeira vez. Por sorte, me enganei: eles são maravilhosos! Principalmente para as semanas mais corridas, deixam o cabelo macio, cheiroso… não fico mais sem. Custam em média 3,50.

     

    Dove Reconstrução Completa – Resolvi testar essa máscara da Dove após um post da Lia, e agora até o marido usa. Faço até estoque se encontro em promoção! É MARAVILHOSO, e tem aquele cheirinho de Dove que todo mundo já conhece. Basta 1 minutinho (ou mais, que o resultado é ainda melhor) durante o banho e já era: cabelos super macios!

     

    Shampoo de limpeza profunda MultiAção – parece loucura uma pessoa de cabelos tingidos usar shampoo anti-resíduos, mas é necessário. Eu uso 1 vez por semana, geralmente antes de cada hidratação, e esse tem um cheirinho ótimo sem deixar o cabelo mega ressecado.

     

    Shampoo Henna Egípcia – até hoje não sei dizer se esse shampoo de fato ajuda a manter os fios mais vermelhos (ele é BEM vermelho, aliás…), mas eu adoro o cheirinho, então uso vez ou outra.

     

    Amend Color Reflect – Depois de lavar o cabelo, passo uma quantidade do tamanho de uma moeda, mais ou menos, nos cabelos úmidos. Seco com o secador e tenho a impressão que ele deixa o cabelo mais brilhoso toda vez que uso. E o cheirinho também é maravilhoso… o meu está acabando e certamente, comprarei outro.

     

    O corte

     

    Eu mantive os cabelos longos (e vermelhos) um bom tempo, até que cansei. O cabelo curto é bem mais rapidinho de cuidar e gasta um (pouco) menos. Eu chego no salão de sempre (para quem for de Ubatuba, corto na Edna Medina), peço para picotar basatante atrás e dar uma acertada na franja. Como eu tenho MUITO cabelo, uma desfiada é sempre legal para dar uma controlada no volume.

     

    ♥♥♥

     

    Ufa! Eu acho que acabamos por aqui, mas, é claro: se alguma dúvida não foi tirada, só perguntar no post que eu acrescento ao post. Tem uma dica legal? Então conta, conta!