• Na Cozinha

    Receita: Como fazer onigiri (oniguiri)

    Onigiri – ou niguiri, ou omusubi – nada mais é que um fofo e delicioso bolinho feito com gohan (arroz) e recheio.

    Sempre quis comer, mas por algum motivo, apesar de já ter arriscado outros itens da culinária oriental aqui em casa, ainda não havia feito.

    Num dia de pouca grana e muita vontade de comer comida japa, rolou. O mais difícil e mais caro sempre é o salmão, e isso o onigiri dispensa. Você pode variar com ingredientes mais simples e fica igualmente delicioso. Partiu fazer onigiris, então!

     

    Onigiri da Vitrola

    Rende em média 16 onigiris se feitos na forminha

     

    Ingredientes

    3 Xícaras de arroz japonês

    (NÃO pode ser o arroz normal. Lembrando que o arroz japonês não é um arroz normal “papa”, é um tipo específico de arroz próprio para culinária oriental)

    Alga (nori)

    Vinagre (tempero) para arroz japonês

    Furikake de sabor de sua preferência

    Atum (ou recheio de sua preferência)

    Cream cheese ou maionese

    Forminhas para onigiri

    SAMSUNG CAMERA PICTURES
    Tempero para sushi

     

    SAMSUNG CAMERA PICTURES
    Furikaki

     

    Modo de Fazer

    Comece lavando BEM o arroz que será utilizado, até perceber que sai água limpinha.

    Acrescente 3 xícaras de água e deixe o arroz de molho de 10 a 15 minutos.

    SAMSUNG CAMERA PICTURES

    Inicie o cozimento sempre checando, até secar toda a água. Eu faço na panela de arroz, acho mais prático e menos risco de queimar, mas pode fazer tranquilamente na panela normal.

    Corte a alga em tiras. A alga vem com marcações, só cortar com a tesoura seguindo a linha e depois, no meio. É o tamanho ideal para  a”fraldinha” do onigiri, rs

    SAMSUNG CAMERA PICTURES

    Coloque na forminha a seguinte ordem: arroz, recheio, arroz de novo. Feche para pressionar e dar forma ao seu onigiri.

    SAMSUNG CAMERA PICTURES

    Coloque a tirinha de alga no seu onigiri. O lado correto da alga é: lado mais crespo para dentro e lado mais liso, para fora. E pronto! Só comer 🙂

    SAMSUNG CAMERA PICTURES

    Dicas

    – Eu gosto de comer com shoyu + wassabi, mas é opcional 🙂

    – Você não precisa esperar o arroz esfriar completamente, mas a alga fica mais bonita quando aplicada nos onigiris um pouco mais frios.

    – Você também pode fazer seu onigiri sem recheio, fica bem delicioso também!

    – Tem gente que faz o onigiri e congela (sem a alga). Descongela e esquenta um pouco no microondas tampadinho pra não ressecar, depois acrescenta a alga. Não tentei, mas dizem que dá super certo. Vou tentar e atualizo o post.

    – Se for guardar na geladeira pra comer mais tarde: pote beeeem fechadinho, tá? Senão a arroz resseca.

     

    Onde comprar ingredientes para comida japonesa

    Lista Colaborativa. Agradecimentos: Paolla Limy, Mari Vasconcelos, Luciane Albuquerque,  Andreia Lica, Taila Luciano, Magda Velloso, Patricia Carvalho, PolySu, Flaviany Fagundes, Má Matiazi, Mara Carolyne, Raquel Gomes, Flacia Rizzo, Luana Abreu, Marcos Fernando, Reghiane Barbosa, Renata Fukuda, Ana Rodrigues, Juliana Matos, Chell, Gisele Christensen, Paula Belotti, Andressa Jordano, Fernanda, Isabela Reyero, Lud Almeida, Verônica Coelho, Alessandra Marsolla,  Marisilda Neto, Bianca Guimarães, Nathália Fernandes, Camila MP, Mari Priário, Aline Pereira, Denny Baptista, Bebel Rodrigues, Carola Rodrigues, Tatiana Michels, Gleicy Mota

    Em Ubatuba:

    Supermercado Máximo (Av. Tomaz Galhardo) – Forminha para nigiri e vinagre para arroz japonês

    Supermercados Paulista (R. Dona Maria Alves) – arroz japonês (mais em conta que no Izu):

    Izu (R. Hans Staden) – Alga, furikaki, wassabi em pó, arroz japonês, vinagre para arroz

    Varejão Santa Rita (R. Paranaense, 311 – Estufa I) algumas opções de produtos

    Top Stop  (R. Capitão Felipe, 488) – wassabi em pasta, às vezes alga (nori).

    Semar – algumas opções de produtos, mas geralmente não tem alga.

    Fuji Frutas Quitanda  (R. Hans Staden – ao lado da Papelaria do Estudante) – algumas opções de produtos

     

    Em São Paulo e região

    Chama Supermercados (várias regiões)

    Caraguatatuba

    Kurosawa – Feira Limpa

    Supermercados Shibata

    Liberdade

    Marukai – lá já encontrei praticamente de tudo pra comida japa! – R. Galvão Bueno, 34

    Campinas

    Dalben Supermercados – Av. Albino J. B. de Oliveira

    Atibaia

    Supermercados Boulevard

    Tatuapé

    Yamauschi Supermercados

    São Bernardo

    Mercado do Rudge

    Japan House

    Santo André

    Tiomi

    São José dos Campos

    Nagumo

    Wallmart

    Pão de Açúcar

    Butantã

    Loja Ohashi

    Parque do Carmo

    D’Carmo

    Saúde

    Daiso – utensílios japa

    Interlagos

    Riccoy (Shopping SP Market)

    Guarulhos

    Mori Supermercados

    Mogi das Cruzes

    Shibata

    Sorocaba

    Assahi

    Piracicaba

    Taiyo

     

    Porto Seguro – BA

    Supermercados Cambuí

    Restaurante e Conveniência A Japonesa

     

    Aracaju -SE

     

    Pandoro

    Pão de Açúcar

    Central de Pescados

     

    Rio de Janeiro

    Casa ViTana

    Mundo Verde

    Kokeshi

     

    Curitiba 

    Rede Angeloni

    Mercado Municipal

     

    Florianópolis

    Japan Foods – Av. Pequeno Príncipe, 942

    Rede Hiperbom

    Angeloni

     

    Joinville

    Angeloni

    Condor

     

    Manaus

    Empório Roma

     

    Em Vitória – ES 

    Carone Supermercados

    Perim (Vila Velha)

     

    Belo Horizonte 

    Supermercados Verde Mar

    Mercearia Tokyo

    Super Nosso

     

    Juiz de Fora – MG

    Armazém do Porto

     

    Goiânia

    Empório 67

     

    Fortaleza – CE

    Mercado Japonês

     

     

  • Papo de Vitrola

    Vidaloka

    Primeiro, qual sua opinião sobre isso:

     

    11224323_913002955450986_7086336662986043635_n

    Minha resposta: eu não seco. Mas se precisar algo naquele momento, eu seco. E você?

     

    Sobre louça: Eu acho que passo parte demais da minha vida lavando louça. Não sei se gosto ou não. Mas tenho muita preguiça na maioria das vezes, confesso.

     

    Deixo louça dormir na pia, às vezes.

    Já viajei e deixei louça na pia.

    Já lavei louça chorando.

    Cantando.

    Ouvindo confissões.

    Já tive muitas ideias.

    Já tomei decisões importantes. Lavando louça.

     

    A vida é louca. E louça. Tamo aê, na #vidaloka e pratos sujos.

     

    louca-louca

  • Na Cozinha

    Como fazer Hot Roll!

    EEEEE! Finalmente, o post de como eu preparo meu hot roll aqui em casa. Vou confessar para vocês que o hot roll na verdade, não é meu favorito, embora eu costume fazer sempre aqui em casa.

     

    Eu gosto bem mais na versão "pré" dele, que é o hossomaki, que é comido frio, sem ser empanado. Porém, o hot roll é ótimo para "entrada" ao mundo da culinária japonesa para quem não tem intimidade, pelo fato de não ser totalmente cru.

     

    Primeiro de tudo: lógico que a maneira que eu faço está longe de ser de forma profissional (inclusive, bem desengonçada, diga-se de passagem). Mas o objetivo é apenas matar vontade quando você está loooouco pra comer um hot roll com os amigos, mas pagar um rodízio está fora de cogitação. Lógico que preparado pro um profissional vai ser bem mais gostoso, mas garanto pra vocês que depois que pega melhor o jeito de preparo, torna-se divertido e muito saboroso!

     

    Eu nunca fiz curso, aprendi um pouco olhando aqui e ali, nas primeiras vezes pode sair tudo meio tortinho, mas não desista! E claro, se você tiver uma dica bacana pra passar, deixe aí nos comentários, vamos trocar figurinhas!

     

    Agora, separa a disposição e os ingredientes:

     

    como-fazer-hot-roll

    Como Fazer Hot Roll

     

    Ingredientes

     

    – Arroz japonês (é o japonês, tá? não é o arroz normal!)

    – Tempero para arroz japonês

    – Alga (nori)

    – Salmão (430g dá para fazer 8 rolos, ou seja: duas pessoas comem tranquilo e sobra!)

    – Cebolinha

    – Cream Cheese (tem quem use maionese ou catupiry… eu prefiro cream cheese!)

    – Farinha de trigo

    – 1 ovo

    – Cerveja ou água com gás

    – Panko

     

    Arroz:

     

    Lave a quantidade desejada de arroz em abundância. Lave MUITO bem seu arroz, até sair água clarinha. Leve ao fogo o arroz lavado com a quantidade de xícara de água assim:

     

    como-fazer-arroz-hot-roll

    1 xícara de arroz: 1 xícara e meia água

    2 xícaras de arroz: 3 xícaras de água… e assim por diante.

     

    Apenas água e arroz, mais nada! Cozinhe em fogo baixo e com tampa, ok? 

    Depois de cozido, esperer esfriar e tempere com o tempero para arroz japonês, bem pouquinho, senão fica muito ácido! Eu uso esse aqui, mas tem várias marcas disponíveis:

    tempero-arroz-japonês

     

    Vá espalhando a arroz na alga e molhando as mãos sempre, para não grudar o arroz nas mãos.

    Recheie com o salmão, e depois o cream cheese. Feche e separe.

     

    Para a massa:

    Numa tigela, acrescente o ovo, a farinha e a cerveja (ou a água com gás) e misture bem. Não tem medida da cerveja ou da água, vá colocando sem que a massa fique muito rala ou muito grossa. E não, não fica com gosto de cerveja, tá? pode fazer tranquilo! Essa massa pode ser usada inclusive no preparo de onion rings!

    Passe o roll na massa e depois passe na farinha Panko.

    Aqueça uma panela e frite seu roll. Corte em pedaços e prontinho!

     

    Observação: Para fazer o "frio" (hossomaki) é só não empanar. 

     

     

     

     

    O gasto médio dos produtos aqui em Ubatuba fica assim:

     

    Saco de 1k de arroz japonês (dá para usar várias vezes depois): R$ 6,00

    Cream Cheese: R$ 5,00

    Nori: 7 a R$ 8,00 pacote com 10

    Tempero para arroz japonês: R$ 6,00 (dá para usar infinitas vezes)

    Cebolinha: R$ 1,50 maço

    Panko: R$ 6,00

    Salmão: R$ 25,00 (500g)

    Gasto total: R$ 51,50 (8 peças de hot roll). Considerando que cada peça aqui num restaurante custa 23,00, é uma boa economia, não é?

     

    Bom apetite!