Daily Archives: 27 de abril de 2013

1 post

Um alô para o social (de verdade)

Havia lido dias atrás um post no blog da Dani, Balzaca Materna, uma reflexão interessante sobre desconectar-se. Fiquei pensativa sobre e imediatamente os deuses da internet interpretaram como um pedido: na tarde de segunda até a manhã de hoje, nem por 10 São Longuinhos dançando Harlem Shake minha internet voltava.

 

O jeito foi aproveitar o hiatos forçado e assistir séries, filmes, organizar bagunças e ter muitos devaneios. Entre eles, me lembrei que muito antes de ter internet, eu costumava usar muito os hoje temidos chats para celular. Lembro de travar longas conversas de voz com pessoas desconhecidas, na maior naturalidade possível. E penso diversas vezes que, se a internet veio para aproximar pessoas, porque falar ao telefone tornou-se algo tão raro na minha vida de 10 anos para cá (isso já entre amigos e familiares, quem dirá desconhecidos…). Fora que já acreditei mais na escrita, hoje em dia penso que há ocasiões e ocasiões. Sabe aquela conversa que você acha que deveria ter dito ao invés de escrito? Então. E até cheguei a cogitar se faria este post em formato de escrita ou vídeo…

 

Eu não tenho uma resposta para isso, mas admito ter ficado menos social com o passar dos anos. Recuso festas e reuniões sempre que posso, e nem lembro qual foi a ultima vez que conheci alguém sem as seguintes condições:

a) ter conhecido pela internet antes;
b) saber  dias depois o perfil que a pessoa possui no nas redes sociais.

 

Reduce-your-telephone-bill

 

É tão mais prático acessar um perfil com todas as informações necessárias para longas conversas sobre assuntos variados e interessantes (ou em alguns casos: perder o interesse de vez), então porque é que tudo não se tornou mais fácil? As pessoas ” em branco” eram mais interessantes? Ou nos permitíamos mais? O fato é: acertávamos mais errando. E maldito seja o filtro social… aquele, que recusou a amizade da boa moça que só postava mensagens de auto-ajuda, e que, na real, era uma ótima companhia para um sorvete à tarde. Quem diria…

 

A internet pode ser como costumam dizer por aí, “uma lente de aumento” mas ando achando que o “mundo real” tem uma imagem 2D muito pouco explorada – e claro, nem sempre estamos usando as lentes certas. Muitas vezes, mais diminuindo do que aumentando: à nós e aos outros.

 

Para se perguntar:
qual foi a ultima vez que você teve uma conversa interessante por telefone ou pessoalmente?
qual foi a ultima pessoa que você fez amizade/ se relacionou sem que tenha tido qualquer ligação com a internet anteriormente?
Você costuma contar situações/novidades pessoalmente ou usa internet e outros meios para isso?