Bom mesmo é o comecinho!

Parece que foi ontem que celular era para poucos não é mesmo? E foi. Embora sempre tentando me manter ligada no “novo”, tenho sempre receio de estar perdida nesse tiroteio tecnológico. Até “ontem” eu colocava um walkman na cintura, acompanhava as músicas pelos encartes do disco e meu celular, bem diferente do que eu tenho hoje, só recebia/fazia ligações e enviava mensagens de texto bem menores que uma “tuitada”.

Mas o que mudou muito é a mágica dos filmes. Lembro bem de chegar numa locadora, e após ser envolvida por aquele cheiro único, passear pelas prateleiras e montar minha grade de diversão para o fim de semana. Alta Definição? Blu-Ray? 3D? Nada disso era necessário, e embora seja porque sequer existiam, não inferiorizaram as minhas atuais lembranças. Quem nunca deve ter ouvido (ou falado) numa locadora as seguintes frases: “Pagar na ida ou na volta?” “É dublado ou legendado?” “Eu já assisti esse filme?” “Reserva pra mim?”

Obviamente, na época não existiam DVD’s e sim VHS’s, e o reprodutor “Vídeo Cassete” (ou K7?), com a quantidade de cabeças referente à sua situação financeira na época, hehe… oferecendo, quase em dose futurística, o opção de gravarmos as programações da tv!
Muito me lembro também, e logo, uma das coisas mais marcantes, as distribuidoras dos filmes, que passavam bem no comecinho de cada vídeo: CIC, LK-Tel, Play Art, América Video, Cineart, entre outras.

Por isso digo, que bom mesmo é comecinho de filme… a escolha, os preparativos, e a ansiedade pela atração cinematográfica que pode marcar sua vida. Vamos assistir um filme?

<\/param><\/embed><\/object><\/div>“;” alt=””>

 

<\/param><\/embed><\/object><\/div>“;” alt=””>

9 comentários em “Bom mesmo é o comecinho!”

  1. Nem dá para acreditar qeu nossos filhos não passarão por isso. Não saberão o que é alugar um filme na locadora ou ouvir um album sem poder pular as músicas.
    As vezes bate nostalgia, e outras vezes desespero, porque estamos ficando velhos.

  2. Me lembro de ter ficado horas em pé, na fila da finada Telesp para reservar uma linha de celular. E o aparelho da Nokia, que na época parecia mais um tijolo? E o StarTac da Motorolla era objeto de desejo, símbolo de status…
    Também vivia nas locadoras, procurando filmes que ainda não tivesse assistido. E quando o filme era lançamento e a gente tinha que deixar o nome numa lista de espera e aguardar a vez para poder alugar?
    Também gravei muitos programas da TV no videocassete “muderno” de 3 cabeças, haushaush… Até as ultrassonografias do meu filho mais velho (7 anos e 8 meses) foram gravadas em VHS. Na minha memória parece que foi ontem, mas em termos de tecnologia, uma eternidade!

  3. Adoro tecnologia mas, confesso que volteeeei no tempo e deu saudades com esse post! Puxa vida morava no interior e a moça atendente da locadora já sabia qual eu tinha assistido e me dava as dicas rsrsrsrsrs….era bom mesmo, qualidade que fosse era bom. E quando o vídeok7 estragava dai o pai da gente dizia que “tinha que levar pra limpar o cabeçote” rsrs lembro como se fosse ontem…

  4. E pra mim estes tempos eram os melhores, tudo vai ficando tão fútil com o tempo…e só me dá saudade do que vivi.
    Amava gravar minhas coisas na VHS, HEH…e agora tenho que passar tudo pra DVD antes que perca todas as minhas lembranças. É a vida!
    Bjoks

  5. Caráááca Vitrola! Me deu uma puta saudade da época em que chegava da escola e botava a tal da fita dos Gremilins que minha mãe tinha gravado pra mim (cortando os comerciais!!)… Sempre tinha briga entre meu irmão e eu quando um não REBOBINAVA a fita. Hahahaha. Vou mandar um sms pra ele.

    Beijocas, Pri.

  6. “Ajuste agora as cores e o som do seu equipamento”

    Ai como eu sou antiga, hahaha! Sinto uma nostalgiazinha, mas prefiro o meu sistema de hoje… Adoro ficar com vontade de ver um filme, baixá-lo em 20 minutos (tempo de preparar uma pipoquinha e pegar um copão de coca gelada) e assistir tudo com qualidade excelente. Gente, que mão de obra era ir na locadora, catar a fita (se é que tinha o que eu queria ver e já não estava alugado), ir pra casa, assistir, rebobinar e depois devolver…

  7. E as locadoras que cobravam por filmes não rebobinados? Rsrsrsrsrs Alugue 4 lançamentos e leve mais um grátis. E a gente sempre ficava se sentindo na obrigação de assistir todos né? Sempre pensava “ainda não terminei de ver os filmes, já tem que devolver amanhã!!!” tempo bom 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *