Desabafo: Vendedores não sabem vender (bem)

Praticamente fiz este post após ter visto no cinema “O Lobo de Wall Street” (que por sinal é excelente, assistam!), mas eu iria acabar fazendo esse desabafo vez ou outra por aqui – certamente se você é meu amigo, já o ouviu de mim vez ou outra. A questão é: porque existem tantos vendedores (foca na profissão: VENDEDOR) que não tem interesse em vender? Porque me sinto numa loja de departamento sem estar numa loja de departamento?

 

tumblr_mvvv4qkWnS1rdutw3o1_400

 

Seguinte: eu tenho uma certa dificuldade com alguns itens do dia a dia. Pontos a mais para sapatos, bolsas e sutiãs.  O problema é meu pé, minha coluna e usar 48. Então, dias atrás, cansada de gastar dinheiro em 5 sapatos que juntos não dão 1, decidi entrar numa loja legal (lê-se: ótimos sapatos que custam os olhos da cara) e encontrar um modelo fresquinho e confortável DE VERDADE. Olha, admito que os números na etiquetinha me balançaram um pouco. Mas a atendente era tão simpática, me ajudou a encontrar o modelo perfeito com a maior paciência do mundo. Levei. Não me arrependi e voltarei lá mais vezes. Doeu no bolso, mas pelo menos não doeu nos meus pés.

 

sandalia-istmo

você nasceu pra miiiiim, eu nasci pra vocêêêêê ♫

 

No mesmo dia, mais tarde, entrei numa loja na tentativa de encontrar uma bolsa que me cativasse. Vejam bem, umas das minhas duas bolsas de ir-no-supermercado-ou-no-cineminha já arrebentou a alça, minha sogra costurou e agora eu perdi o puxador do zíper. Ou seja: já sabem o motivo de eu não ter hábito de fazer look do dia, né? Pois bem.

 

Do outro lado da loja, uma vendedora com feição de “eu tenho mesmo que te atender?“. Eu chamo para perguntar de um modelo, ela se aproxima, com uma voz fraca, insegura. Uma feição pálida e desencorajada. Eu cheguei a sentir pena por alguns minutos, mesmo sem saber explicar muito bem o motivo (o cachorro morreu? a chefa está na TPM? virose?). Explico o que quero: bolsa simples, alça confortável e poucos bolsos. Em outras palavras: pau pra toda obra. Ela aponta: “Tem aquela ali da Ivete…“. Aham…

 

tumblr_lojwb0DuzR1qzbl7f

sou toda ouvidos.

 

Vejam bem, é uma famosa franquia conhecida por produzir BOLSAS. No meio de tantas opções, minha bolsa é apenas uma MC Pocahontas entrando na festa da Valesca Popozuda. Eu disse de bicicleta? Excepcionalmente, neste dia, eu não queria um abraço, um “você é importante”, ou “eu sei como você se sente”. Queria encontrar uma bolsa, pagar e ir embora.  Antes que me enforcasse com a alça da mochila mais próxima, resolvi sair da loja. Vai que pega?

 

O mesmo vale quando vou comprar sutiãs. Quem usa de 48 pra cima sabe bem que:

 

1) esse número fica na sessão plus size, não importa se você não for plus size;

2) se não estiver na sessão plus size, certamente virá com uma alça que vai arrancar seus dois braços fora numa vibe exploitation;

3) desapegue da beleza. provavelmente se você morar com a sua avó e ela usar 48, vocês terão sutiãs semelhantes.

 

E toda vez que vou perguntar: “onde estão os modelos 48?” Me olham com cara de como eu quisesse esconder meus peitos com 4 números acima do meu. E aí me mostram um 44: “Esse deve servir em você“. INSENSÍVEIS! *chora*

 

whataretheydoinggif

tá de brincation with me?

 

Em tempo: eu sei, eu sei. Existem lojas que vendem lindos sutiãs 48. Mas eu moro em Ubatuba, não compraria online sem experimentar e ainda tô me recuperando psicologicamente do que paguei na sandália… tnham paciência comigo!

 

tumblr_m34h2vX6To1r3bcb9o1_500

31 comentários em “Desabafo: Vendedores não sabem vender (bem)”

  1. Fui comprar plantinhas aqui mesmo na Tijuca ante ontem, e cara, não sei nada sobre plantas, só perguntei qtas vezes pôr água, se é pra pôr no sol, o básico que uma vendedora de plantas deveria ensinar para o comprador. A moça além de cara de zangada, como se tivesse com raiva do mundo e fosse explodir uma bomba nele, respondia com um tom de quem estava com nojo de mim, uma irritação fenomenal, do tipo, eu nunca a vi na minha vida e estava comprando algo dela, acho q ela deveria estar feliz. Pois bem, fui comprar as outras plantinhas em uma senhora q apesar de ter o semblante cansado não me atendeu com nojo. Afff…….A gente não tá fazendo favor a ela nem ela a nós……Há vendedores que te olham de cima abaixo em lojas de roupas, já passei cada uma……Prefiro até ching ling, camelô, comprar pela internet ou em lojas que sempre compro que comprar em lugares novos………………E as caixas tb, pelo menos aqui no rio, há umas que nem sequer te respondem um bom dia, boa tarde, boa noite…………………………

  2. Olá ! Também passava por isso sobre o sutiã até descobrir a milagrosa e excelente marca Lyz http://www.stylight.com.br/ , é muito bom, os tamanhos são diferenciados na frente e nas costas, por exemplo: você usa 44 na frente mas nas costas é menor 42, esses sutiãs são feitos para se adaptar ao corpo, tem push up, redutor, tem várias possibilidades, depois que você encontra o tamanho ideal é só comprar, não precisa nem provar mais. Moro em uma cidade no interior do PR e há uma loja aqui que disponibiliza desta marca, Vi também que esses sutiã é vendido nas lojas americanas. O preço é um pouco maior do que os outros mas vale a pena pela qualidade do material e dos benefícios em usar o sutiã certo.

  3. Rolou toda uma identificação com seu post. Não existe loja que eu DETESTE mais pisar na vida do que a Hering, pq TODA maldita vez cola um vendedor em você e te segue pelas araras. Também já paguei muito mais do que gostaria o pretendia em algum produto simplesmente por ter um vendedor bom, atencioso na medida, na loja. \o/

  4. hahaha eu ri.

    Olha odeio ser atendida em lojas, por isso adoro comprar em supermercado e lojas de departamento, pois me sinto livre pra escolher o que quiser.

    obs. acabei de comprar 3 mochilas na aliexpress… hahaha vamos ver se chega!

  5. Rê, sabe o que é pior? Você É plus size e chega toda alegrinha querendo uma calça jeans 48 ou 50 e NÃO TEM na loja. E ainda falam: “Experimenta essa 46, ela é bem larga”. Não, não vou experimentar uma 46, eu uso QUARENTA E OITO ou CINQUENTA. Difícil de entender?

    E quando você quer uma blusa nova e aí falam: “Olha ali que lá naquela parte tem umas blusas maiores”. Você chega lá e só tem blusa que sua vó usaria. Isso é, se sua vó for brega. Não entendo por que tem tantas lojas que as únicas peças de numeração maior tem que ter estampa e corte cafonas! Eu tenho 21 anos, sou gorda, e quero me vestir como alguém que tenha 21 anos, e não como alguém de 70 anos! Aí às vezes eu me pergunto por que as gordinhas nos States são tão lindas e tudo que eu visto fica um trapo. Simples: lá eles tem roupas bonitas pra todos os tipos de corpo.

    Estamos em 2014 e o mundo tá cada vez mais gordo. Quando é que isso vai mudar? 🙁

  6. Hahaha… chorei de rir com esse post!
    Estive em Sampa passando as férias e sei bem o que você quer dizer com “vendedores não sabem vender (bem)”. Passei raiva em algumas lojas, porque alguns vendedores ou não te deixam a vontade para caminhar linda, leve e solta pela loja e fazem aquela pressão psicológica de que você vai pegar alguma coisa ou simplesmente te ignoram por você estar mal arrumada achando que você não tem dinheiro. Esses vendedores precisam aprender e muito com a cultura sueca… depois que a gente acostuma é difícil não comparar.

  7. Esse lance dos vendedores de má vontade ou que tentam passar perna já aconteceu MUITO comigo. Tenho cara de criança , o que fazia vendedores fazer piadinha na minha cara. Certa vez fui comprar um lanche no Mc Donalds e falei assim: “moça, por favor me dá esse combo tal”, ela respondeu: “não posso dar, senhora, só vender” É MOLE??
    Mas ultimamente esse lance é quase zero, acho que vc tem que entrar na loja com ‘carão’ sabe? acho que mete medo, melhor ter cara de cliente chata e exigente pq os vendedores devem pensar “essa é chumbo grosso” heiauheiauhea
    Em tempo, pra mim as piores vendedoras é da Opção e Yes Cosmetics.

  8. Gentein, achei que fosse só comigo!
    As vendedoras sempre me olhando com cara de incrédulas, como se 48 fosse demais pra mim. Aí elas me fazem provar um 44, um 46.. pra no final das contas concordarem comigo que 48 é meu número. Aí que raiva!
    Só porque eu não uso sutiã para aumentar os seios e nem deixo eles expostos, não quer dizer que ele não seja grande.
    Acabei de descobrir o blog e adorei.
    :*

  9. Oi Renata, primeiramente eu quero dizer que eu amo seu blog, com esse jeito de blog de “antigamente” que são raros hoje em dia… eu já tive uns 2 e hoje não tenho mais, mais não deixo de acompanhar meus blogs preferidos (o seu é um deles, mas como eu não tinha blog não comentava ôxe kkk)
    Enfim elogio feito, seu post falou por mim. Eu odeiooooo ir em alguma loja e o vendedor me atender como se não fosse obrigação dele fazer isso, e isso geralmente resulta em você querendo ir embora logo porque parece que tá atrapalhando e acaba levando alguma coisa que não te cai bem… E depois o medo de voltar pra trocar e pedirem pra chamar “o vendedor de te atendeu” aff 🙁

  10. Re, eu sou uma pessoa que não destrato ninguém e não admito ver cenas como essas com os outros. E quando é comigo eu sou uma boba, já passei por isso em algumas lojas e eu fico totalmente sem graça e vou embora. Acho que deveria ter um preparo sabe? Existe quem tem dom pra ser vendedor como meu pai, foi vendedor por anos e ele sempre conseguia que a pessoa levasse mais coisas(aquele vendedor nato!) quando não a pessoa retornava e pedia pra ser atendida por ele. Hoje ele não é mais vendedor mas eu cresci vendo aquilo e posso dizer que tirei ensinamentos. Já que também meu vô materno sempre foi comercial, num todo eu cresci dentro desse ramo. E não tem nada melhor do que você chegar numa loja e ser atendida , eu até fico com vontade de levar mais coisas.

    Grande beijo
    umanoitemparis.blogspot.com

  11. Owwww já passei muito por isso!
    E como já trabalhei em vendas, me revolto!
    Pois sempre atendi direitinho, e quando vou ser atendida vem umas pessoas sem noção (!)

    Vai entender! A única coisa que vem na mente é que as pessoinhas não tão ganhando amor em casa kkkk

    Rê, tbm uso sutiã 46/48 (depende da modelagem).. e achei uns bem legais na Riachuelo e super resistentes! Não sei se tem esta loja onde vc mora, mas vale a pena olhar se tiver 🙂

    Bjinsss

  12. Rê, amiga!
    Concordo em gênero, número e grau! Também uso 48/50 e só resolvi meu problema nos EUA! :((( qdo vou pra lá, trago 10 sutiãs! E lá tem sutiãs fofos no supermercado, que não sobem até sua nuca… Sapatos, só compro pela internet msm, se não servir, devolvo! Meu tempo é muito precioso pra ficar tentando arrancar um dedo de boa vontade destas vendedoras sem carisma nem iniciativa. Sinto muito, mas não terão comissão de mim! Com o tempo, a gnt aprende a se virar sem elas, no maior esquema self service! É o jeito, pq serviço no Brasil é entendido como favor! Bjs

  13. Fala sério, né? Ninguém merece vendedor que não sabe trabalhar, e naqueles dias que você não está tão bem vestida, mas tem grana pra comprar, e ninguém vem te atender… ahhhh, dá vontade de descer a voadora!! kkkk
    Eu odeio comprar sapatos, principalmente por ter pé de princesa do SHREK e ter que comprar Scarpin 40, tinha, pq hoje trabalho em casa de chinelo, graças a Deus! kkk
    Beijão!

  14. Já fui vendedora e isso me faz ver os dois lados da coisa.
    Aliás, por ter sido vendedora, acabei ficando muito mais chata e exigente quando entro em uma loja. Afinal, se eu trabalho 6 dias por semana, durante 8 horas por dia e consigo sorrir pra um cliente e atendê-lo bem num domingo às 16h enquanto minha família toda está reunida em casa num churrasco maravilhoso, é bom que consigam fazer isso por mim como cliente também.
    Então, quando entro em uma loja e vejo vendedor com cara de sofrimento, trato de sair num segundo.

    PORÉM, do outro lado estou eu, trabalhando num domingo às 16h, feliz da vida, sorrindo pra todo mundo e não me deixando desanimar quando um cliente fica 5 horas dentro da loja me alugando e não levando nada no final (coisa que compreendo porque sou rainha em pesquisar preço por meses), chega um cliente que não se dá o trabalho de responder meu cumprimento, te trata como se você fosse um escravo que está lá para levar chicotadas a qualquer momento que ele quiser, reclama do preço como se VOCÊ o escolhesse e acha ruim quando você não dá desconto/conserta peças com defeito na hora, no caixa. Ainda vêm uns te ironizando, falando com você como se fosse um pedaço de merda e acham ruim se você retruca, mesmo que educadamente. (eu achando que isso aqui é uma sessão desabafo, perdão)

    Também odeio quando um vendedor fica em cima de mim, nunca gostei de ficar na sombra de um cliente e sei que a maioria das pessoas se irrita com isso. Mas existe uma coisa (muito, muito chata) chamada GERENTE. Às vezes ficava sem graça de urubuzar um cliente, tentava deixá-lo mais à vontade, e quando olhava pra trás lá estava meu gerente com cara de “SE VOCÊ NÃO VOLTAR LÁ AGORA EU TE MATO SUA SAFADA”. Não é fácil pra nenhum dos lados!

  15. Oi Re!

    Acho que todo mundo já passou por isso uma vez na vida. É péssimo entrar em um lugar e perceber que a pessoa trabalha ali parecendo estar sendo obrigada à fazer aquilo. Pra trabalhar assim, acho que é melhor nem trabalhar. Mas a gente nunca sabe a realidade de cada um, né? Mas pior mesmo é entrar em um lugar e o(a) vendedor(a) te olhar de cima a baixo, te “classificando” pelo modo como vc se veste e tudo mais. Me sinto péssima! :/

    Comigo, na última vez, foi em uma franquia de uma companhia telefônica da cidade. Eu entrei pra fazer a portabilidade do meu aparelho. A atendente mal olhou na minha cara, fez o atendimento todo com o celular na mão. Depois de pedir Identidade, nº do tel etc e etc, não me informou nada, entregou o chip e “mandou” eu pagar no caixa. Até aí beleza, nem ia ficar com isso na cabeça pq precisava muito portar o número. Quando foi na quinta-feira dessa semana, liguei lá, pq não tinha acontecido nada com meu número. Aí a FOFA da atendente disse que faltava meu CPF, que ela não imaginava que não estaria incluso na minha identidade (que foi feita antes do mesmo), e que ela estava ESPERANDO QUE EU LIGASSE PRA RESOLVER O PROBLEMA. É mole?
    Resultado disso: Cancelei a portabilidade. Acho o uó e muito desrespeito com o consumidor quando a falta de atenção é por falta de interesse do empregado da empresa. Não é mole não!

    Beijos!

  16. Super te entendo.
    Eu tenho 1,68 de altura peso 59 kg.. ou seja sou magra (nem tanto rs mas enfim).. uso numero 50. Seempre sofro para comprar surtiãs. Certa vez a atendente me fez vestir o surtia 46 em cima da roupa para “provar” que servia. Obvio que não vesti. Peguei o 50 ( o unico que tinha e muiito feio, não levei) coloquei sobre os seios e mostrei “olha só, serve esta vendo..”Mas encontrei uma loja no Brás em SP que vende vários modelos VITORIA!!rs

    Sobre as atendentes que viram sobras: Até entendo quando ela está com cara de Má vontade. (Tipo o Gif) Mas quando era mais nova trabalhei em uma loja de departamento, lá eles obrigavam os atendentes tipo vigiarem mesmo os cliente a ordem era ” se eles não precisarem de ajuda, veja se não vão precisar mesmo”.o gerente “brigava” quando não tinha nenhum funcionário perto de um cliente sozinho.. Não aguentei nem 3 meses lá. Depois disso eu entendo os atendentes que nos perseguem nas lojas. rs

  17. É a velha regra do marketing: você só tem uma chance de fidelizar o seu cliente. Infelizmente, muitas lojas boas, que pertencem a pessoas legais, perdem vendas por causa de gente que não sabe atender.
    Já dei a louca em loja de departamento (*COF C&A COF*) porque a mocinha do caixa simplesmente começou a embolar o vestido que eu estava comprando. Ela podia dobrar, mas preferiu fazer o mesmo que o meu cachorro quando “afofa” o edredom para dormir. Já me apaixonei por algo na vitrine e saí bufando, porque fui atendida com tanta má vontade que saí antes mesmo de provar/ver de perto. Sutiã 48? Sou do time. Cansei de ficar “quadripeitos”, então compro pela internet. Quando não serve, devolvo e eles trocam, porque não tem jeito. Ou eu fico com o dobro de peitos, ou perco os braços ou ele me corta ao meio, na altura das costelas, porque não vai ficar confortável.
    Por isso que faço questão de falar pro gerente, sabe? Às vezes a loja tá indo mal das pernas por causa dos atendestes, mas ninguém reclama. Pelo menos a minha parte eu faço (tudo bem que tem gente que eu queria, além de reclamar, descer a mão na fuça, mas não pode, né? :x).

    Beijos, beijos.

  18. “E toda vez que vou perguntar: “onde estão os modelos 48?” Me olham com cara de como eu quisesse esconder meus peitos com 4 números acima do meu. E aí me mostram um 44: “Esse deve servir em você“. INSENSÍVEIS! *chora*”

    ME IDENTIFICO TOTALMENTE, porém com jeans. Eu tô na transição de 46-68, mas mesmo quando usava só 46 já tinha pavor, PAVOR de comprar calça/bermuda. Por isso tenho pouquíssimas. Geralmente já chego e peço “calça tamanho tal, cor escura, assim e assado”. E sou capaz de fuzilar com os olhos quem tenta, apenas, me oferecer um número maior. “TUDO ISSO? Imagina, essa fica boa em você”. Já ouvi isso num péssimo dia e sai fazendo birra “ok, não quero mais não”.

    De vez em quando até imagino que exista algum tipo de treinamento bizarro pros vendedores oferecerem peças “parecidas”, mas cansa. Vendedor com cara feia então, deusmelivre.

    E olha que eu geralmente sou tranquila, meu namorado quase pede pra morrer. Só falta estapear alguém, rs.

    Adorei adorei o post.

  19. Sutiã tam 46 é ruim de achar… tambem uso e é raro encontrar algum que seja meio termo… segure bem e que seja bonito!
    Já fui vendedora e realmente não é para todos, tem q ter o dom !
    Parabéns pelo blog, adoro@

  20. Então, eu sou vendedora, mas não de roupas e nem sapatos, de uma loja de informática. Tem dias que não estamos bem, mas não podemos deixar interferir na nossa produtividade no serviço, afinal o salário do vendedor está diretamente ligado no quanto vende, nas comissões.

    Tem alguns vendedores de outras lojas que parecem que estão ali de corpo presente apenas, é horrível quando tu entra em alguma loja querendo ser atendida e não consegue, então viramos as coisas e vamos comprar em outra.

    Tu reclama que usa 48 e eu que uso 52?! É o caos, me olham como se eu fosse um extraterrestre. Eles só tem que indicar onde estão os produtos ou nos mostrar, mas não, eles só apontam e o cliente que se vire. Beijos

  21. Eu tenho problemas com extremos: vendedores com má vontade e vendedores que não me deixam em paz. Odeio chegar numa loja e vir 5 vendedoras em cima de mim, principalmente quando eu só estou dando uma olhada.
    Sobre os sutiãs, fica de olho em sites como Privalia e BrandsClub, porque vira e mexe marcas boas de lingerie fazem promoção lá.

  22. Já fui tão mal atendida nessa vida por atendentes que hoje eu não entro em nenhuma loja se não estou acompanhada por motivos de: acham que eu sou pobre. Tá que eu sou mesmo, mas se eu entrei na loja é porque eu tenho a pretensão de comprar algo, certo? Então sempre vou em lojas acompanhada da minha mãe (ai elas pensam: ah, veio com uma pessoa mais velha, talvez compre algo) ou do meu namorado que tem coragem de reclamar do péssimo atendimento.

    Na minha cidade natal tem duas lojas que me dá gosto de entrar porque eu sou muito bem atendida! É outro nível, só por Deus.

    Minha mãe é um pouco ressabiada com esse tipo de coisa também e como há alguns meses nós montamos uma lojinha virtual, ela é só cuidados e gentilezas com os clientes, afinal nada melhor do que ser tratado com educação e atenção, né?

    Beijos

  23. Re, super me identifiquei com você.

    Já trabalhei em lojas de shopping de Roupa e se sapato e acho que atendia muito bem, pois eu sabia como odiava não ter um bom atendimento quando chegava em um determinado lugar, isso me enfurecia.

    Acho que tb tem muitos vendedores chicletes sabe? Que parece que você vai roubar a loja! euheuheueheuheu

    Amei o post e amei você ter me visitado no blog, fiquei muito feliz!

    Um beijo

  24. “Já sabem o motivo de eu não ter hábito de fazer look do dia, né?”
    MELHOR FRASE DO MEU DIA – MELHOR BLOGUEIRA DE DESAPEGO 🙂

    É um pouco triste essa história de um vendedor deixar você fazer tudo por ele. Geralmente, eu não tenho costume de ficar conversando com o vendedor e pedindo vários modelos diferentes do que eu quero e tudo mais, por causa das lojas que frequento (a maioria são de autosserviço). Mas, odeio esse pessoal de cara amarrada de fastfood! Eu falo “bom dia” e eles só dão um sorrisinho. Eu peço alguma coisa e eles somente anotam, não comentam, não repetem o que eu disse pra confirmar, não dão sinal de vida. ARRGH!

    Beijo*

  25. Eu já fui vendedora. Eu vendia livros. Durante meus dois anos em livraria, foi que passei a perceber como os vendedores de outras lojas se comportam. E também como os clientes se comportam. Clientes que, por exemplo, já falam o que querem sem expressar um “bom dia”. Vendedores de cara amarrada e nenhuma vontade de atender, como se não fosse obrigação deles, como se você não estivesse pagando também para ser bem atendido.
    Isso tudo é muito triste. De fato, poucos lhe atendem bem. Aqui em Salvador, só uma garota da Quem Disse Berenice me atendeu muito bem. A maquiagem é cara, mas eu sempre voltei procurando a Ludmila. Porque a Ludmila atende muito bem.
    Muitas lojas, mas pouca paciência dos vendedores, talvez pouco trinamento também. Triste.
    Abraços.

  26. Me identifiquei com seu post.

    Pior que vendedoras que NÃO QUEREM vender, são vendedoras que querem vender DEMAIS e te passam a perna, agindo de má fé.

    Aconteceu algo parecido com minha mãe, que tem 53 anos, tem problemas de coluna e MUITA dor e inchaço nos pés. Ela foi em uma loja ortopédica especializada da minha cidade (Belo Horizonte) comprar um sapato que pudesse ajudar. Eu não estava com ela, e segundo minha mãe na hora de experimentar o sapato a vendedora deu um que estava com defeito, minha mãe pediu pra trocar, a vendedora muito prestativa e atenciosa o tempo inteiro, foi lá pra dentro e trocou. Minha mãe pagou mais de R$500 em 3 sapatos e foi embora.

    O problema é que nós não moramos em BH, moramos no exterior. E minha mãe tinha que pegar um vôo no mesmo dia à noite. Na correria ela confiou na vendedora (que devia ter trocado o sapato com defeito) e foi embora.

    Minha mãe acabou passando mal no avião, pressão alta e etc. Os pés incharam demais e ela achou que talvez colocando o sapato ortopédico melhoraria. ADIVINHA????

    O sapato era O MESMO. E quer mais? TINHA UM PREGO DENTRO DO SAPATO, DEBAIXO DA PALMILHA, que minha mãe não sentiu na hora de experimentar (mas não era pra vendedora ter trocado???) Um prego de todo tamanho apontando pra cima, meu povo!!!

    Acredita nisso? Tô muito p*ta da vida!!!

    Ai, desculpa pelo tamanho do comentário…

    Um beijo :*

  27. Ah, isso é o que mais acontece Rê!
    Na maioria das vezes que vou uma loja e sou mal atendida nem volto mais! E isso acontece muito, por isso prefiro mil vezes ir em loja de departamento porque você faz tudo sozinha!

    Pior foi o que aconteceu comigo na Fastshop (vou falar o nome de propósito) quando fui comprar meu iPad!
    No site estava um preço, na loja física, mais caro. Perguntei se dava pra fazer o mesmo preço da loja virtual, o vendedor ficou um tempão mexendo no computador e disse que sim, dava pra fazer.
    Ok, fui toda feliz fazer o pagamento e ele volta dizendo que a gerente não liberou o valor. Bom, direito do consumidor, se ele disse que dava pra fazer tal valor, era esse valor que eu pagaria, então pedi pra falar com a gerente.
    Ele, extremamente grosso e mal educado me levou na frente dela e quando eu fui falar pra gerente o ocorrido, ele me respondeu: “dá licença que eu tô falando com minha gerente”.
    Pensa num ódiooooo! Simplesmente virei pra ela e falei: eu pago até o dobro do valor desse troço, mas quero outro vendedor me atendendo agora! (só não mudei de loja porque eles tinham o melhor preço).
    Mas foi tão feio que a gerente já me fez sentar, me ofereceu água, café, colocou outra pessoa pra me atender e ainda fez o iPad pelo preço que eu tinha pedido, o mesmo do site!
    E tenho a mesma opinião que você: vendedores não sabem vender!

    Beijokas!

    1. Gente, comassim? Que horror! isso não se faz… parece que estamos fazendo um favor pra pessoa comprando na loja, quando na verdade somos todos iguais. Assim como ele trabalha, você também trabalhou para ter dinheiro e ir fazer tuas compras… nada veio de graça. Que falta de respeito! Eu fico furiosa com essas situações, e não piso mais na loja MESMO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *