encurta-se.

É andar mesmo sem ter as mãozinhas por perto. Dormir sem sentir o cheirinho. Olhar pro lado e não ver nada correndo na sua direção com a camisa derramada de chocolate. Não ouvir os choros, nem os gritos, nem os sorrisos. É a maior saudade do mundo acompanhada da maior felicidade por ter a minha pedrinha de vida e motivação. É o meu maior amor pra toda essa vida. É a gente matando o peixinho saltitante da saudade. É meu coração, minha mente… todinho dele. Bendita seja a internet.

                                    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “encurta-se.”