mundo-blogueiro category image

One Lovely Blog

20 de novembro de 2014 às 12:11 | Arquivado em: Mundo Blogueiro

A Angel me indicou pra essa TAG e eu estava doida para responder. Até jurava já ter respondido ela anos atrás, para fazer uma comparação de respostas, mas procurei e não encontrei… devo já ter respondido algo parecido. Enfim, achei as perguntas muito legais para "resgatar" e refletir sobre nossos blogs. Acho que isso é sempre muito legal! Então, bora às perguntas e respostas!

 

onelovelyblog

 

Por que decidiu criar um blog e quando começou?

Eu decidi criar um blog para fazer uma espécia de "diário" enquanto estava grávida do Pedro. O blog se chamava "Momô de Neném" (rs) e começou em 2004.

 

Quais os benefícios que o blog te traz?

Blogar sempre me fez bem em város sentidos da minha vida, e um deles era essa coisa de diário, de poder desabafar, expressar minhas opiniões, compartilhar. Além de ter tido oportunidades de conhecer muita gente bacana e ter feito amizades que levarei sempre no meu ♥,  e acabar sendo também uma ajuda do meu trabalho como ilustradora.

 

Qual é o post mais acessado?

O post mais acessado disparado é o 40 links para você começar a costurar. Acho até que já está na hora de fazer a versão 2 dele, haha!

 

Você usa redes sociais?

Uso todas! Facebook, TwitterInstagram, Pinterest… 

 

Como o blog tem evoluído?

Acho que eu tenho mantido o mesmo ritmo de sempre, e a "evolução" dele é bem natural. Nada tão significativo, mas eu prefiro assim. Ainda não sou adepta das postagens frequentes, acho que além de tudo, ele tem que ter o seu ritmo. Eu percebo que o blog evolui muito com a gente, da nossa maneira de pensar e expor as coisas. Essa é a evolução que eu mais gosto de ver e ter como registro.

 

Já viveu algum fato importante por causa do blog?

Já tive muitas oportunidades legais por conta dele, como quando fui convidada através de uma marca para participar de um evento da Capricho, e esses dias até fui convidada para uma entrevista sobre blogs numa rádio local aqui de Ubatuba. E ainda tem os encontros blogueiros, que sempre me dão lembranças excelentes!

 

De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?

No meu caso, que tenho blog da categoria "pessoal", vem do meu dia-a-dia mesmo, das coisas que acontecem e acho legal compartilhar. Continuar é coisa automática: eu já me imagino velhinha e blogando. Será que farei post patrocinado do Corega? xD

 

O que você tem aprendido a nível pessoal e profissional esse ano?

Esse ano foi um ano agitado, por assim dizer. E anos agitados sempre te trazem alguma espécie de aprendizado, não é mesmo? Eu aprendi que a gente precisa ser reservado, mas nem tanto, senão você forma uma espécie de "bloqueio" e não trabalha o "viva do seu jeito, e foda-se os outros". E também aprendi que não adianta ficar se explicando pra tudo também, que isso só piora as coisas. As pessoas decidem o que pensar sobre você e ponto. A gente tem que aprender a lidar com isso, mesmo sendo chato. Isso não vai mudar o que você é – nem deve.

Profissionalmente, eu aprendi que devo controlar mais meus gastos, para eventuais emergências, e também ser o mais profissional possível ao que se refere a contratos de trabalho, principalmente.

 

Qual sua frase favorita?

Eu sempre mudo de frase favorita, mas a que eu tenho mais curtido eu ouvi na TV esses dias: "Experiência só serve pra quem a vive". Cada um tem que ter a sua e fazer bom uso dela, não é mesmo? Como já dizia a minha tataravó "se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia".

 

Qual conselho você daria para quem está começando agora no mundo dos blogs?

Blogue porque você quer e não para agradar aos outros. Seja livre, poste sobre o que sentir vontade (e quando tiver), sem cobranças, e você tirará o maior proveito possível da arte de blogar! (este conselho custa 50 conto, podem depositar na minha conta que é…)

 

O que os blogs que você vai indicar têm em comum?

São blogs que eu espero que nunca acabem, haha! Pessoas que eu gosto de acompanhar, amigos e que também me inspiram sempre.

 

Indico para a TAG: Ericka (Hipervitaminose), Kakau (Kakau com Limão), Anna (Creyssa Phyna), Bá (BaMoretti), Patrícia (Avec Mes Louboutin), Pam (Panela Euroupéia), Camila (Apenas um Hobbie), Jess (Criativo Caos), Fernanda (Fernanda Reali), Simone (A Escritora) e para quem mais quiser fazer! o/

 

 

(óbvio que eu tenho mais queridos de sempre, mas eles já foram indicados, hihi!)

 

 

papo-de-vitrola category image

Restaurante grego, bolo de tangerina e ‘turistando” #ASemana

16 de novembro de 2014 às 12:36 | Arquivado em: Papo de Vitrola

Quando tem visita em casa, aproveito para largar (um pouco…) a preguiça de lado e "turistar" um cadim por Ubatuba. Principalmente fazer a atividade mais fugitiva do ano: ir à praia. 

 

Na segunda, fomos assistir Insterstellar, um dos filmes deste ano que estava mais ansiosa para assistir (seguido de Boyhood, Jogos Vorazes e O Hobbit). Achei maravilhoso, e para quem assistiu e gostou, indico também assistir Contato (1997). 

 

Interstellar

 

Teve praia mas teve muita chuva… para não dizer que foi dia de praia perdido, tomei a melhor água de coco da vida. Geladíssima, docinha e muuuita água. Por isso amo praia vazia: muito lugar para sentar e coco geladinho!

IMG_20141112_144153

 

Há uns 11 anos atrás, minha amiga Úrsula, durante um trabalho de escola, comeu um bolo de tangerina feito pela minha mãe e nunca mais se esqueceu dele (mesmo, eu aturo ela falar desse bolo há 11 anos!). Então minha mãe quis saborear nossas lembranças de adolescência preparando esse bolo delicioooso de novo. Muito amor essa D. Edna!

 

A Receita do bolo é essa aqui, só que ao invés de bater tudo no liquidificador, ela bateu só os ovos, a tangerina (ela disse que tem que colocar um pedaço por vez senão não dá certo… coisas de D. Edna) e o óleo. Depois ela misturou o resto dos ingredientes à mão mesmo. Ela untou uma forma de buraco no meio alta com manteiga e açúcar. Ficou SUPER molhadinho e fofo… salivo só de lembrar!

 

IMG_20141116_024525

 

 

Fomos num bar/restaurante grego que abriu aqui em Ubatuba, o Dionísio Greek Tavern. Obviamente, os clientes podiam seguir a tradição de quebrar pratos, e adorei! É uma cerâmica ideal para quebra, então não tem perigo, e é super revigorante, eu quebraria mais uns 100 tranquilamente, haha! Ainda deixei a marquinha "Re Vitrola" nun prato que customizei pra dona do Bar, a Ro, que nos tratou super bem e foi super simpática. 

 

IMG_20141116_024803

IMG_20141116_024525

 

Tem até vídeo no Instagram mostrando minha felicidade e habilidade de quebrar pratos, hehe.

 
 
 
 

Sobre ontem: quebrar pratos é revigorante! HAHAHAHA

Um vídeo publicado por Renata Montenegro (@mulhervitrola) em

 

Ufa! Gostei muito dessa semana. E por aí, como foi a tua?

 

♥ Esse post faz parte da Blogagem Coletiva "A Semana", da Fernanda Reali! 

papo-de-vitrola category image

Novembro Azul: que o bigode esteja com você!

14 de novembro de 2014 às 22:56 | Arquivado em: Papo de Vitrola

Só esse ano tomei conhecimento do Novembro Azul, campanha que há 10 anos serve para alertar homens de todo o mundo algo tão preocupante quanto o câncer de mama: o câncer de próstata e depressão masculina.

 

Como toda boa campanha, é bem-vinda se acompanhada de algum "símbolo", para despertar atenção de forma mais sutil, algo que acho ótimo! Chama atenção e desperta curiosidade sem ser chato ou pesado, para algo sério e que deve ser espalhado.

 

A campanha "Movember", por exemplo, é uma delas. Derivada da junção "mo", de moustache e "vember" do mês novembro em inglês, propõe aos homens o desafio de deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro. E claro, ainda dar aquela força divulgando a campanha por aí. Bem sabemos que os indíces de prevenção masculina são baixos (geralmente, só vão ao médico quando já há algo errado) e é cercada de preconceitos e piadinhas que não deveriam esboçar nenhum sorrisinho tamanha gravidade da coisa (né, meninos?). Felizmente, a iniciativa, apesar do tom descontraído, já possui muitos participantes espalhados por todo mundo e virou coisa séria!

 

A torcida é que o Brasil, assim como outros países, também entrem em peso com campanhas mais presentes e faça parte dessa conscientização também. Enquanto isso, os meninos estão convidados a participarem, combinado? Fiz até uma imagenzinha pensando em vocês!

 

movember

 

ps: as meninas também, viu? As "mo sistas", como são chamadas, também desempenham um papel importantíssimo nesta campanha, alertando seus amigos e parceiros, além de divulgação da campanha ;)